COM R7 – O MP-GO (Ministério Público de Goiás) afirmou nesta terça-feira (11) já ter realizado o atendimento a 206 mulheres que se apresentam como vítimas do médium João Teixeira de Faria, conhecido como João de Deus.
Todas as denunciantes afirmam ter sido abusadas sexualmente pelo médium durante os atendimentos espirituais na Casa Dom Inácio de Loyola, em Abadiânia, interior de Goiás.

De acordo com o Ministério Público, duas das denúncias tiveram origem no exterior, uma dos Estados Unidos e outra da Suíça. As demais foram realizadas por moradoras de Goiás, Distrito Federal, Minas Gerais, São Paulo, Paraná, Rio de Janeiro, Pernambuco, Espírito Santo, Rio Grande do Sul e Mato Grosso do Sul.

O órgão montou uma força-tarefa, composta por cinco promotores de Justiça e duas psicólogas, para receber denúncias contra João de Deus por e-mail. As vítimas são chamadas para depois e as provas coletadas nos depoimentos são enviadas para a equipe goiana.

Segundo o site da Casa Dom Inácio de Loyola, os atendimentos de João de Deus estão programados para ocorrer normalmente nesta semana. Os compromissos na agenda do médium acontecem às quarta, quintas e sextas-feiras. Assim, amanhã (12) será o primeiro dia de atividade de João de Deus após as revelações contra ele.

Outro lado

O advogado criminalista Alberto Toron, que representa João de Deus, se posicionou sobre as acusações de abuso sexual contra o médium em entrevista ao programa Fantástico, também da Rede Globo. Ele afirmou que o médium “nega e recebe com indignação a existência dessas declarações”.

“O que eu quero esclarecer, que me parece importante que se esclareça ao grande público, é que ele tem um trabalho de mais de 40 anos naquela comunidade, atendendo a todos os brasileiros, atendendo gente de fora do país, sem nunca receber esse tipo de acusação”, disse o advogado.

Ainda segundo Toron, João de Deus vai se apresentar à Justiça nos próximos dias para colaborar no que for necessário.

Deixe um comentário

Leia também

Por que a guerra comercial entre Estados Unidos e China pode atingir em cheio o Brasil

BBC BRASIL – A guerra comercial tem sido travada por China e Estados Unidos, mas os …