Home Mundo Menino que sumiu da casa da babysitter é encontrado morto em um lago de Lowell, Massachusetts
Mundo - Novo Normal - Policial - 06/16/2022

Menino que sumiu da casa da babysitter é encontrado morto em um lago de Lowell, Massachusetts

JSNEWS – O corpo do menino Harry Kkonde, de três anos, foi encontrado pela polícia de Lowell, Massachusetts, na tarde de quarta-feira, 15, em um lago próximo à casa da babá do menino em Freda Lane, na região de  Pawtucketville. Ele estava desaparecido desde o dia anterior.

O menino foi deixado pela mãe na casa da baby sitter na manhã de terça-feira (14) e por volta de 9:15 am e foi visto por vizinhos brincando no quintal da casa. Cerca de 15 minutos depois, a babá ligou para o 911 para informar que Harry estava desaparecido

As autoridades acreditam que o menino tenha saído sozinho da casa e se deslocado para o lago onde se afogou.

Segundo a polícia, a babá estava cuidando de outras crianças no momento em que Harry desapareceu. Não há informações se ela será responsabilizada e a polícia não suspeita de crime

Os pais da criança são imigrantes de Uganda estão recebendo o apoio da comunidade. “Nós tínhamos esperança de que ele voltaria para casa vivo. É devastador saber que a vida do pequeno Harry tenha acabado nesse lago”, disse uma amiga da família que descreve Harry como um menino humilde e quieto. Eles também disseram que vão pedir à comunidade para ajudá-los com seus custos do funeral assim como eles ajudaram na busca para encontrá-lo.

“Nos sentimos vazios”, disse Maureen Kalemba, uma amiga da família. “Não temos palavras para expressar como nos sentimos.”

A busca envolveu 180 policiais e outros voluntários que começaram a busca na casa e a expandiram em todas as direções, inclusive para uma floresta estadual próxima e Tyngsboro. Uma equipe especializada em sequestros de crianças do FBI também se ofereceu para ajudar nas buscas.

Deixe um comentário

Leia também

Olivia Newton-John morre aos 73 anos

Da Redação – Olivia Newton-John morreu aos 73 anos, nesta segunda-feira (8). A morte…