Home Biden Manifestantes protestam contra o hospital que retirou paciente da lista de transplante por recusar vacina contra COVID
Biden - Local - Mundo - Política - Religião - Saúde - Trump - 02/08/2022

Manifestantes protestam contra o hospital que retirou paciente da lista de transplante por recusar vacina contra COVID

JSNEWS – Cerca de 100 manifestantes se reuniram do lado de fora do Brigham and Women’s Hospital na tarde de domingo, 6, em apoio a David Ferguson Jr., conhecido como DJ,  onde esta internado desde novembro do ano passado e que foi removido da lista de transplante de coração por não ter sido vacinado contra o COVID-19. De acordo com o jornal Boston Globe, Tracey Ferguson, a mãe de DJ, disse disse que seu filho tem sofrido de complicações de fibrilação atrial e insuficiência cardíaca agravada tendo ele recebido tratamento em diversos hospitais de Boston antes da internação.

“Vacinar contra o COVID-19 vai contra seus princípios básicos”, disse David Ferguson, o  pai de DJ. “É uma política que eles estão aplicando e é por isso que, como a vacina não vai ser dada, eles então o tiraram da lista para transplante.”

O protesto de domingo foi organizado por familiares, que disseram planejar “marchar pacificamente pela liberdade médica”.
Have A Heart foi formado para oferecer apoio ao DJ Ferguson e a qualquer outra pessoa afetada pela discriminação na medicina. Fevereiro também é o Mês Nacional do Coração, vamos inundar as ruas vestidos de vermelho e preto em apoio à nossa causa!”, dizia uma postagem na Rede Social Facebook.

No final do mês passado, DJ foi submetido a uma cirurgia de coração aberto na qual inseriu um dispositivo mecânico para bombear sangue indefinidamente até conseguir um doador disponível, de acordo com a ABC News.

“Como muitos outros programas de transplante nos Estados Unidos, a vacina contra COVID-19 é um dos requisitos necessários aos candidatos a transplante no sistema General Brigham em Massachusetts, a fim de criar as melhores chances de sucesso da operação e também de sobrevivência do paciente após o transplante”, disse o hospital de Boston em um comunicado.

David Ferguson, o pai do paciente, agradeceu à multidão por seus esforços, expressou seu apoio ao ex-presidente Donald Trump, e disse que apoiava o movimento dos caminhoneiros canadenses contra a obrigatoriedade vacinas no Canadá.

Uma pagina para arrecadação de fundos foi criada pela família de DJ para auxiliar a família a custear o tratamento e para doar clique aqui.

Deixe um comentário

Leia também

Sport Total – De canela

Por: Alfredo Melo – info@jornaldossportsusa.com 1 Os profissionais do futebol contin…