REUTERS – O juiz da Suprema Corte dos Estados Unidos Brett Kavanaugh tentou deixar para trás, na segunda-feira, uma controversa batalha de confirmação no Senado, ao participar de cerimônia na Casa Branca na qual o presidente Donald Trump o declarou inocente de acusações de assédio sexual e pediu desculpas pelo intenso processo. Kavanaugh, cuja indicação à Suprema Corte quase foi negada depois que uma professora da Califórnia o acusou de agredi-la sexualmente quando os dois estavam no ensino médio, disse que começará seu novo trabalho sem ressentimentos, apesar de uma briga política que, como disse a parlamentares, destruiu sua família e seu nome.

“O processo de confirmação do Senado foi controverso e emotivo. Esse processo acabou. Meu foco agora é ser o melhor juiz que posso ser”, disse Kavanaugh na Casa Branca, ao lado de sua mulher e filhas.

Kavanaugh disse que pretende ser uma força de estabilidade e união na corte, cujos outros oito membros também compareceram à cerimônia.

“Embora o processo de confirmação do Senado tenha me testado como testou outros, ele não me mudou”, disse.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia também

Ministério Público já recebeu 206 denúncias contra o médium João de Deus

COM R7 – O MP-GO (Ministério Público de Goiás) afirmou nesta terça-feira (11) já ter…