Home Local Governador de Massachusetts, Charlie Baker, não buscará um terceiro mandato
Local - Massacre - Mundo - 12/02/2021

Governador de Massachusetts, Charlie Baker, não buscará um terceiro mandato

Baker é um dos governadores mais populares do país

JSNEWS – O governador republicano do estado de Massachusetts, Charlie Baker, um dos mais populares do país, e sua vice-governadora, Karyn Polito, disseram nessa quarta-feira que não disputarão a reeleição no ano que vem. Com essa declaração a administração Baker-Polito, que governa o estado por dois mandatos, deixou aberta todas as opções para a a corrida eleitoral para o próximo ano quando ocorre as eleições para governador.

Baker e Polito disseram em um comunicado conjunto que uma candidatura à reeleição “seria uma distração” do gerenciamento da pandemia Covid-19. “Queremos nos concentrar na recuperação e não nos jogos de rancor em que as campanhas políticas podem se transformar”, disseram eles em uma nota a amigos e apoiadores.
Baker é um republicano moderado que recebeu o apoio duradouro tanto de democratas e independentes, e era a melhor esperança do Partido Republicano de manter governo do estado. A vice-Governadora era amplamente vista como a herdeira aparente de Baker.

Baker esta cada vez mais em desacordo com seu próprio partido que se uniu em torno do ex-presidente Donald Trump. Pessoas próximas a Baker, que completou 65 anos no mês passado, descreveram recentemente ele como um governador de dois mandatos indeciso sobre se deveria buscar um terceiro mandato consecutivo, algo sem precedentes no estado.

Mesmo com os índices de aprovação estratosféricos de que Baker desfrutou durante a maior parte de seus sete anos no cargo, sua aprovação caiu durante a pandemia, e ele enfrentou algumas das piores críticas de sua carreira governamental em relação ao lançamento da vacina inicialmente instável no estado.
Uma pesquisa recente mostrou Baker com índices de aprovação de empregos mais altos entre democratas e independentes do que entre membros de seu próprio partido.

Outras pesquisas recentes de institutos alinhados aos democratas mostraram que ele estava atrás do ex-deputado estadual Geoff Diehl, endossado por Trump nas primárias republicanas e sugeriu que Baker tinha um caminho melhor como independente em vez de continuar com seu próprio partido – embora Baker repetidamente rejeitasse a ideia de abandonar o partido Republicano.

Baker disse que deixou em branco sua cédula para presidente em 2016 e 2020 para não votar em Trump, e emergiu como um crítico persistente da forma como o ex-presidente estava lidando com a pandemia.
Baker também apoiou o segundo impeachment de Trump e rejeitou as falsas alegações do ex-presidente de que a eleição de 2020 foi repleta de fraudes – o que levou a ataques diretos de Trump e o endosso de Diehl para governador.

Baker também tem entrado em confronto público e crescente com o presidente pró-Trump de seus apoiadores no partido republicano.  Mas Baker foi enfático na quarta-feira, dizendo que não estava “abalado” pelo endosso de Diehl por Trump – como o presidente do partido estadual Jim Lyons sugeriu em um comunicado.

A decisão de Baker de não buscar a reeleição deixou alguns de seus aliados nos círculos republicanos de Massachusetts “lutandopara encontrar outro candidato moderado contra o ‘Trumpista’ Diehl.

A aposentadoria de Baker provavelmente fará com que Massachusetts passe para o domínio democrata.
Todos os olhares se voltaram rapidamente para a procuradora-geral do estado, Maura Healey, que é amplamente considerada a melhor chance dos democratas para reivindicar o controle do estado.

Deixe um comentário

Leia também

Britânico que fez reféns no Texas foi morto enquanto falava com filhos no telefone, diz irmão

FOLHAPRESS – O britânico que fez quatro reféns em uma sinagoga no Texas, no sábado (…