Home Bizarro Feiticeiro da Sibéria que queria exorcizar Putin é declarado louco pelas autoridades

Feiticeiro da Sibéria que queria exorcizar Putin é declarado louco pelas autoridades

O religioso foi forçado a assinar um documento no qual aceitou os exames médicos, embora depois tenha rejeitado os resultados, de acordo com a fonte.

AFP – Um xamã da Sibéria que iniciou uma jornada de cerca de 8,4 mil km a pé até Moscou, com a intenção de “exorcizar” o presidente Vladimir Putin, foi declarado louco pelas autoridades, informou o governo nesta quinta-feira (3).

Alexandre Gabychev foi detido em setembro, depois de percorrer mais de 2,7 mil km, segundo o jornal britânico “The Guardian. Ele devolvido para sua cidade natal de Yakutsk e declarado “não responsável por suas ações devido a problemas mentais” após um exame médico, segundo um comunicado da organização de direitos humanos Pravozachtchita Otkrytki.

Os exames médicos ocorreram no dia 20 de setembro, a pedido dos serviços de segurança russos (FSB), de acordo com a ONG. O xamã, de 51 anos, foi forçado a assinar um documento no qual aceitou esses exames, embora depois tenha rejeitado os resultados, segundo a organização. Gabychev foi preso em uma rodovia próxima ao lago Baikal. Ele começou sua viagem em março e planejava chegar a Moscou em 2021. Seu objetivo era organizar uma “cerimônia de exorcismo de Putin”, que ele descreveu como um “demônio”.

Em sua jornada, foi acompanhado por vários discípulos, que começaram a angariar fama na mídia local, até que a polícia o interceptou em seu trajeto.

Deixe um comentário

Leia também

Bolsonaro diz que gostaria de dólar abaixo de R$4, mas que não se trata apenas do cenário interno

REUTERS – O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta quarta-feira preferir que a cota…