Home Mundo FDA emite alerta para o uso indiscriminado de ivermectina nos Estados Unidos
Mundo - Novo Normal - Saúde - Trump - 3 semanas atrás

FDA emite alerta para o uso indiscriminado de ivermectina nos Estados Unidos

Moradores das áreas rurais dos EUA estão tomando superdosagem do vermífugo que é destinado a uso veterinário

JSNEWS – Uma avalanche de desinformação amplamente divulgada nas redes sociais sobre a capacidade do medicamento antiparasitário ivermectina em combater de modo eficaz a COVID-19 fez com que Food and Drug Administration (FDA), outros departamentos de saúde de diversos estado americanos e até mesmo a Merck, o principal fabricante do medicamento, emitissem alertas contra o uso da ivermectina como tratamento da COVID-19.

“Você não é um cavalo. Você não é uma vaca. Sério, pare com isso”, escreveu o FDA sobre o uso da ivermectina / Twitter/Reprodução

Na sexta-feira, 20, o Departamento de Saúde do Estado do Mississippi emitiu um alerta após receber varias ligações de pessoas relatando que desenvolveram reações alérgicas após fazerem a “ingestão de ivermectina adquirida em estabelecimentos que comercializam produtos veterinários.” De acordo com o alerta da FDA, 85% das pessoas que ligaram para o serviço de emergência disseram que estar “sentindo sintomas leves”.

Embora haja usos humanos para a droga, a Food and Drug Administration (FDA) não aprovou a ivermectina para tratar ou prevenir Covid-19 em humanos e a droga não é um medicamento antiviral.

“Drogas destinadas para uso veterinário são altamente concentradas para animais de grandes porte e podem ser altamente tóxicas em humanos. Alguns dos sintomas associados à toxicidade da ivermectina incluem erupção cutânea, náusea, vômito, dor abdominal, distúrbios neurológicos e hepatite potencialmente grave que requer hospitalização.”

A US Food & Drug Administration tuitou no sábado: “Vocês não são um cavalo. Vocês não são uma vaca. Sério, parem com isso.”

Em março, o FDA disse que as pessoas não deveriam usar ivermectina para tentar tratar ou prevenir a Covid-19. “Tomar grandes doses desta droga é perigoso e pode causar danos graves”, disse o FDA.

A ivermectina não é a primeira droga a ser apontada como a cura para COVID-19,  hidroxicloroquina, um medicamento usado para tratamento da malária também foi amplamente promovida e até mesmo usada pelo   Ex-presidente Trump e seu aliado, o presidente do Brasil, Jair Bolsonaro.

 

Deixe um comentário

Leia também

EUA tem muitos empregos, poucos candidatos e salários em alta

AFP – Conseguir trabalhadores se tornou uma tarefa difícil nos Estados Unidos, onde …