Home Biden Ex-governador de NY, Andrew Cuomo, diz ter sido vitima da ‘cultura de cancelamento’

Ex-governador de NY, Andrew Cuomo, diz ter sido vitima da ‘cultura de cancelamento’

Cuomo citou a Bíblia várias vezes enquanto descrevia seus problemas e depois foi à ofensiva para atacar os "tubarões políticos" em Albany que, segundo ele, "cheiravam sangue" e exploravam a situação que foi exposto para "obter ganhos políticos e visibilidade".

JSNEWS – Apenas seis meses depois de cair em desgraça e renunciar ao cargo ao ser acusado de assédio sexual o ex-governador de Nova York, Andrew Cuomo (Dem.)  deu sinais de que esta ensaiando o retorno político durante uma visita uma Igreja do Brooklyn nesse domingo, 06.

Durante sua visitação a Igreja, Cuomo  fez um discurso no qual condenou a “cultura de cancelamento”, essa foi a primeira aparição pública do Ex-governador desde que deixou o cargo.

Cuomo citou a Bíblia várias vezes enquanto descrevia seus problemas e depois foi à ofensiva para atacar ostubarões políticos” de Albany que, segundo ele, “cheiravam sangue” e exploravam a situação que foi exposto para “obter ganhos políticos e visibilidade”.

“As ações contra mim foram má conduta do Ministério Público”, disse Cuomo, repetindo um tema que ele pressionou desde o início. “Eles usaram a cultura de cancelamento para efetivamente derrubar uma eleição.”
A procuradora-geral do estado, Letitia James, que divulgou o relatório no verão passado que concluiu que Cuomo assediou sexualmente 11 mulheres e rebateu a fala do ex-governador através de uma declaração.

“O assediador sexual em série Andrew Cuomo nem sequer poupou uma casa de adoração de suas mentiras”, disse Letitia James. “Mesmo que várias investigações independentes tenham achado que suas vítimas são críveis, Cuomo continua a culpar a todos, menos a si mesmo.”

Cuomo renunciou em agosto, dias depois que uma investigação independente descobriu que ele assediou sexualmente quase uma dúzia de mulheres e que ele e assessores trabalhavam retaliaram seus acusadores. No domingo, Cuomo reconheceu que seu comportamento não era apropriado, mas rapidamente acrescentou que nada do que ele fez violou a lei.

“Aprendi uma lição poderosa e paguei um preço muito alto por aprender essa lição. Deus ainda não terminou comigo,” disse ele.

Vários promotores de Nova York disseram ter encontrado evidencias criveis nas acusações, mas também disseram que essas evidências não eram fortes o suficiente para apresentar acusações criminais contra ele.

Cuomo usou suas redes sociais para condenar a cultura do cancelamento que ele disse ser perigoso. “Qualquer acusação pode desencadear uma condenação sem estar baseada em fatos ou em um processo legal”, disse ele. “Somos uma nação de leis, não uma nação de tweets. Ai de nós se permitirmos que essa cultura do cancelamento se torne nosso novo sistema de justiça”.

Deixe um comentário

Leia também

Sport Total – De canela

Por: Alfredo Melo – info@jornaldossportsusa.com 1 Os profissionais do futebol contin…