Home Mundo Ex-Funcionários da Tesla acusam empresa de racismo
Mundo - 03/28/2022

Ex-Funcionários da Tesla acusam empresa de racismo

AES – Uma nova reportagem publicada na sexta-feira (25) pelo jornal norte-americano The Los Angeles Times trouxe novas informações e depoimentos sobre os casos de racismo envolvendo a empresa automotiva Tesla.

No texto, ex-funcionários alegam que foram demitidos ao pedirem respeito no espaço de trabalho depois de sofrerem insultos raciais.

Monica Chatman, mãe solteira de 32 anos e ex-funcionária da fábrica, afirmou que foi demitida após reclamar que trabalhadores negros estavam sendo chamados por expressões racistas. Segundo o jornal, outros funcionários insultados foram penalizados ao contar sobre os casos para a gerência.

Contudo, afirma-se no texto que o racismo não teria sido apenas verbal, e que a cultura da companhia atingiu a carga de trabalho dos funcionários, que definiram a situação na fábrica da Califórnia como uma “escravidão moderna”.

Chatman disse que foi ameaçada de perder o emprego quando questionou sobre a intensa carga de trabalho que realizava sozinha.

Além disso, a ex-funcionária alegou que a gerência da companhia não queria que trabalhadores negros ficassem muito visíveis quando Elon Musk, CEO da empresa, aparecesse na fábrica.

“A raça não desempenha nenhum papel em nenhuma das atribuições de trabalho, promoções, pagamento ou disciplina da Tesla”, respondeu a companhia às acusações para o jornal.

*As informações são do Jornal The Los Angeles Times.

Deixe um comentário

Leia também

Elon Musk desafia acusadora abuso sexual para descrever como são suas partes íntimas

JSNEWS – Elon Musk disse que a mulher que o acusou de má conduta sexual de ser uma &…