Home Biden Ex-diretor do ICE faz duras criticas a politica migratória de Biden
Biden - Imigração - Mundo - Novo Normal - Policial - 03/24/2022

Ex-diretor do ICE faz duras criticas a politica migratória de Biden

JSNEWS – A crise que aflige a fronteira dos Estados Unidos com México vai além dos autos números de imigrantes que buscam refugio nos Estados Unidos, ela continua com uma onda de crianças desacompanhadas que estão sob custódia das autoridades americanas, com as mortes por fentanil e com o fortalecimento dos cartel mexicanos que dominam um fronteira abandonada pelas autoridades federais e para o e o ex-diretor da Imigração e Alfândega (U.S. Immigration and Customs Enforcement – ICE), Tom Homan, as politicas adotadas pelo o presidente Joe Biden tem sido o elemento catalizador de toda essa crise.

Tom Homan ex-diretor da Imigração e Alfândega (ICE).

Nessa quinta-feira, Tom Homan criticou a decisão de um tribunal federal em bloquear algumas das políticas do governo Biden que proibiam o ICE de remover imigrantes indocumentados não rotulados como “ameaças prioritárias máximas”.

“As políticas [de Biden] estão abolindo a missão ICE, e foi isso que o juiz disse. O juiz disse que o secretário Mayorkas, em seu memorando – a pequena parcela da população alienígena que ele priorizou – está forçando os agentes do ICE a violar a lei”, disse Homan a uma rede de televisão dos Estados Unidos.

Homan disse que a lei “diz claramente… você deve deter os condenados por certos crimes que envolvem trafico de drogas, aqueles que foram condenados por um crime envolvendo torpeza moral e imigrantes com ordens finais de deportação”.

“Mas o memorando do secretário Mayorkas diz ‘você não vai fazer isso'”, explicou Homan, acrescentando que as políticas levaram a uma “baixa histórica” nas deportações desde que Biden assumiu o cargo.

A política migratória de Biden que foi tornada permanente no outono passado, reduziu o escopo da ICE na detenção de imigrantes na intenção, segundo Homam, de permitir permitindo que os agentes de fronteira “focassem recursos limitados em ameaças de prioridade máxima”, disse.

“Pela primeira vez, nossa política afirma explicitamente que a presença ilegal de um não cidadão nos Estados Unidos não será, por si só, uma base para o início de uma ação legal”, disse Sec. Mayorkas à CBS News no início deste ano.

Homan também criticou as políticas de imigração do governo Biden, culpando o presidente por questões como o fortalecimentos dos cartéis de drogas que atuam na fronteira, o aumentos de imigrantes mortos por esses carteis e a epidemia de mortes por overdoses de Fentanil nos Estados Unidos. 

“Os cartéis estão de volta aos negócios sob o governo Biden porque ele abriu a fronteira”, disse ele. “A Patrulha da Fronteira salvou mais de 9.500 pessoas no ano passado, 9.500 pessoas que estavam em sirtuação de risco quando foram encentrados pelos agentes de fronteira, mesmo assim, o número de imigrantes mortos naquela região está em um nível recorde”, o ex-diretor da Imigração e Alfândega (ICE), Tom Homan.

Deixe um comentário

Leia também

ONG salva 386 cães que seriam comidos em um festival chinês de carne de cachorro

COM R7 – A organização de proteção animal NoToDogMeat revelou que ativistas chineses…