Home Biden Estados Unidos limitam regras para deportação de imigrantes indocumentados
Biden - EUA - Imigração - Mundo - 3 semanas atrás

Estados Unidos limitam regras para deportação de imigrantes indocumentados

Novas diretrizes priorizam a deportação de estrangeiros que representem 'ameaça à segurança nacional', como terrorismo ou espionagem, ou de quem cometer crimes ou infrações graves

Da Redação (COM RFI OnLine) – Os Estados Unidos irão deportar imigrantes sem documentos apenas se eles representarem uma ameaça à segurança do país, segundo novas diretrizes anunciadas pelo governo americano na quinta-feira (30).

As medidas entrarão em vigor em 29 de novembro e serão aplicadas aos estrangeiros que chegaram ao país antes de 1º de novembro de 2020, limitando o risco de deportação de milhões de pessoas.

“O fato de que um indivíduo seja um estrangeiro passível de deportação não será, por si só, um argumento”, escreveu o secretário de Segurança Interna, Alejandro Mayorkas, em um memorando enviado ao serviço de Imigração e Alfândega do país (ICE).

Estima-se que mais de 11 milhões de imigrantes vivam nos EUA em situação irregular. “Não temos recursos para prender todos eles e deportá-los”, afirmou Mayorkas.
O secretário de Segurança Interna também destacou que a maioria dos imigrantes “contribui há anos para a sociedade”. “Há pessoas que estiveram na linha de frente contra a Covid-19, lideram congregações religiosas, ensinam nossos filhos, fazem trabalhos agrícolas exaustivos”.

‘Caso a caso’
As novas diretrizes priorizam a deportação de estrangeiros que representem uma “ameaça à segurança nacional”, como atividades terroristas ou de espionagem, ou de quem cometer crimes ou infrações graves.

Cada caso será avaliado individualmente, segundo o governo americano, e alguns fatores deverão ser levados em conta, como idade, tempo de permanência no país e impacto da expulsão em sua família.

As novas diretrizes representam uma mudança de política em relação ao governo do ex-presidente Donald Trump, que adotou uma política de tolerância zero contra a imigração e permitiu a prisão de qualquer pessoa que residisse ilegalmente no país.

Crise migratória
O governo Biden vem enfrentando um fluxo recorde de imigrantes sem documentos nos últimos meses — e é alvo de severas críticas pela forma como está lidando com a crise migratória.
Mais de 30 mil imigrantes, a maioria haitianos, se refugiaram embaixo de uma ponte na cidade de Del Rio, no Texas, neste mês, e o governo americano deportou sumariamente cerca de 2 mil pessoas de avião para o Haiti (entre elas, 30 crianças brasileiras de pais haitianos).

Mais de 1,3 milhão de pessoas que tentavam chegar aos EUA foram detidos na fronteira com o México apenas em 2021.

Dos 11 milhões de imigrantes sem documentos nos Estados Unidos, estima-se que cerca da metade veio do México e cerca de 2 milhões, da América Central.

Deixe um comentário

Leia também

EUA tem muitos empregos, poucos candidatos e salários em alta

AFP – Conseguir trabalhadores se tornou uma tarefa difícil nos Estados Unidos, onde …