Home Biden Epidemia persiste entre negacionistas antivacinas e Estados Unidos voltam a recomendar o uso de máscaras
Biden - Local - Mundo - Saúde - 07/28/2021

Epidemia persiste entre negacionistas antivacinas e Estados Unidos voltam a recomendar o uso de máscaras

Segundo as autoridades de saúde, 97,5% das internações atuais ocorrem entre os não imunizados e 99% das mortes acontece nos grupos que recusaram a imunização

FSP– O aumento nos casos de Covid-19 e a dificuldade para o avanço da vacinação fez com que o Centro de Controle de Doenças dos Estados Unidos recomendasse o retorno do uso de máscara, mesmo entre os vacinados, em ambientes fechados. O CDC anunciou a medida nesta terça-feira (27), no momento em que o presidente Joe Biden fala em uma epidemia dos sem-vacinas.

Segundo as autoridades de saúde, 97,5% das internações atuais ocorrem entre os não imunizados e 99% das mortes acontece nos grupos que recusaram a imunização. Não há falta de vacinas nos Estados Unidos, mas a desconfiança com os imunizantes é grande entre a população e atrasa a campanha de imunização. Há semanas, o país não consegue ultrapassar a marca de 49% dos plenamente vacinados.

O aumento dos casos é atribuído a variante delta, descoberta originalmente na Índia. A mutação tornou o coronavírus mais transmissível e tem predominado nos Estados Unidos.

A recomendação do CDC indica que todos os americanos utilizem máscara em ambientes fechados, mesmo os imunizados. Também foi recomendado que professores e crianças utilizem a proteção facial em escolas, que devem reabrir não totalidade até setembro, com o início do ano escolar e o fim do verão no hemisfério norte.

Cabe aos estados decidirem se seguem os não a recomendação. Na Califórnia, o maior estado americano, as máscaras já voltaram a ser obrigatórias.

Deixe um comentário

Leia também

Bolsonaro cumprirá quarentena determinada pela Anvisa

COM R7 – O presidente Jair Bolsonaro cumprirá a norma de quarentena determinada pela…