Home Imigração El Paso planeja declarar ‘estado de emergência’ na próxima semana devido ao aumento da imigração
Imigração - Mundo - Novo Normal - Policial - 05/19/2022

El Paso planeja declarar ‘estado de emergência’ na próxima semana devido ao aumento da imigração

A cidade de El Paso tem em sua região metropolitana cerca de 868,859 habitantes, é governada pelo prefeito Oscar Leeser (Dem.,) e separada da cidade mexicana de Ciudad Juárez pelo Rio Grande.

JSNEWS – A cidade fronteiriça de El Paso, Texas, está considerando declarar estado de emergência (calamidade pública) devido a falta de recursos para lidar com o fluxo migratório. 

A declaração de emergência será votada na semana que vem pelo Conselho local e permitira que a cidade texana receba fundos estaduais e federais para minimizar a situação de crise na fronteira.

A cidade também está trabalhando com a congressista Veronica Escobar (Democrata), para garantir recursos federais adicionais, várias agências governamentais também estão procurando possíveis locais que poderiam ser usados para fornecer abrigo temporário aos imigrantes que cruzam a fronteira mexicana em busca de asilo.

A cidade esta sem condições de abrigar os imigrantes

No ultimo domingo, mais de 100 pessoas foram “soltas” nas ruas do centro de El Paso porque o centro de processamento de imigrantes da  Patrulha de Fronteira e os abrigos sem fins lucrativos ficaram sem espaço para acolhe-los. O chefe da rede de abrigos para imigrantes de El Paso, Ruben Garcia, disse a mídia estadunidense que famílias de imigrantes com crianças pequenas podem acabar nas ruas da cidade.

“Espero que o governo Biden possa aumentar nossa capacidade de acolhimento”, disse Garcia, alertando ao governo federal que um desastre humanitário pode estar a caminho devido a falta de condições em oferecer abrigos para uma triagem adequada.

Espera-se que a pressão sobre os recursos locais só piore caso o Título 42 seja revogado em 23 de maio. O título 42 é uma política federal de saúde que impediu cerca de 1,7 milhões de imigrantes entrarem nos EUA pela fronteira.
Garcia estimou que cerca de 60% dos que tentaram entrar no país foram expulsos devido ao Título 42.

Mesmo que haja outros dispositivos legais que podem ser utilizados, como a remoção acelerada do Titulo 8, que é aplicado aos imigrantes que não se qualificam para permanecer legalmente nos Estados Unidos, a simples noticia da extinção do Titulo 42 é  mais um grande incentivo a imigração ilegal e a quem mais dela se beneficia que são as quadrilhas especializadas em trafico humano (coyotes).

Deixe um comentário

Leia também

O condenado à morte nos EUA que ganhou na Justiça direito de ser fuzilado

BBC BRASIL – A Suprema Corte dos Estados Unidos decidiu na quinta-feira (23/6) que u…