Home EUA Doze grandes cidades dos Estados Unidos registram alta de homicídios em 2021
EUA - Local - Massacre - Mundo - Policial - 12/09/2021

Doze grandes cidades dos Estados Unidos registram alta de homicídios em 2021

Ao contrário da taxa nacional de crimes violentos ter aumentado, os tiroteios e homicídios caíram em Boston 70% em 2021 relação ao ano anterior, enquanto as prisões por porte ilegal de armas de fogo na cidade aumentaram.

JSNEWS – Pelo menos 12 grandes cidades dos Estados Unidos passaram suas marcas de homicídio em 2021 em relação ao ano anterior faltando três semanas para o fim do ano, em 5 dessas cidades os registros de homicídios ultrapassaram seus registros históricos.

“É terrível acordar todas as manhãs e ter que olhar os números e depois assistir ao noticiário e ver as histórias. É uma loucura. É uma loucura e isso deve acabar” , disse o prefeito da Filadélfia Jim Kenney, depois que a cidade ultrapassou seu recorde 500 assassinatos por ano que teve seu maior registro desde 1990.

Filadélfia, uma cidade com cerca de 1,5 milhão de habitantes, registrou mais homicídios este ano (521 em 6 de dezembro) do que as duas maiores cidades do país, Nova York (443 em 5 de dezembro) e Los Angeles (352 em 5 de dezembro).

Chicago, a terceira maior cidade do país, liderou o país com 739 homicídios no final de novembro, 3% a mais do que em 2020, segundo dados do Departamento de Polícia de Chicago. O ano mais mortal de Chicago ainda é 1970, quando ocorreram 974 homicídios.

O recorde de homicídios da Filadélfia foi quebrado na mesma semana em que Colombo, Indianápolis e Louisville eclipsaram os recordes de homicídios.

Os dados do FBI sobre crimes mostram que o número de prisões em todo o país caiu 24% em 2020, de mais de 10 milhões de prisões feitas em 2019. O número de prisões em 2020, 7,63 milhões, é o menor em 25 anos, de acordo com os dados.

Especialistas dizem que há uma série de razões possivelmente relacionadas ao aumento de homicídios, incluindo a falta de policiais, uma queda acentuada nas prisões e as dificuldades contínuas da pandemia de coronavírus, mas que não há uma resposta clara, além do crescente despontamento da policia motivada por movimento que pedem o corte de verbas para financiar serviços de segurança publica.

5 cidades bateram recordes de homicídio em 2020
Outras cidades importantes que quebraram recordes anuais de homicídio incluem: St. Paul, Minnesota; Portland, em Oregon; Tucson, no Arizona; Toledo, em Ohio; Baton Rouge, na Louisiana; Austin, no Texas; Rochester, em Nova York; e Albuquerque, Novo México, que quebrou seu recorde em agosto.
“A comunidade tem que estar farta”, disse o capitão Frank Umbrino, do Departamento de Polícia de Rochester, em uma entrevista coletiva depois que a cidade de pouco mais de 200.000 habitantes quebrou seu recorde de 30 anos em 11 de novembro. “É extremamente frustrante. Isso tem que acabar. Quero dizer, ultimamente está pior do que uma zona de guerra por aqui”.

Indianápolis, Columbus, Louisville, Toledo e Baton Rouge quebraram os recordes de homicídios estabelecidos em 2020, enquanto St. Paul ultrapassou o recorde estabelecido em 1992.

Entre as principais cidades preparadas para estabelecer novos recordes de homicídio estão Milwaukee, que tem 178 homicídios, 12 a menos do que o recorde estabelecido em 2020; e Minneapolis, que tem 91 homicídios, seis a menos do que o recorde estabelecido em 1995.

De acordo com o Relatório Anual de Crime Uniforme do FBI divulgado em setembro, o país viu um aumento de 30% nos assassinatos em 2020, o maior salto em um ano desde que o bureau começou a registrar estatísticas de crimes há 60 anos.

O Dr. Daniel Webster, diretor do Centro Johns Hopkins para Política e Pesquisa sobre Armas, disse à ABC News que 2020 foi a “tempestade perfeita” de condições em que “todas as coisas ruins aconteceram ao mesmo tempo: o surto de COVID, uma grande perturbação econômica e muitas pessoas ficaram com medo”.

Homicídios e tiroteios caem drasticamente em Boston

Ao contrário da taxa nacional de crimes violentos ter aumentado, os tiroteios e homicídios caíram em Boston 70% em 2021 relação ao ano anterior, enquanto as prisões por porte ilegal de armas de fogo na cidade aumentaram.

De 1º de janeiro a 5 de dezembro de 2021, Boston teve 38 homicídios, ante 53 registrados no mesmo período de 2020. O número está ainda abaixo da média da cidade nos últimos 5 anos, que é de 51 assassinatos. O total de incidentes com tiroteios também caiu, de 224 no ano passado para 163 hoje. 

Também houve queda de crimes classificados pela policia de Boston como “Parte 1” que são estupros, agressões com agravante, roubos, furtos, roubos e furtos de automóveis, o total de todos essas ocorrências diminuíram em 14% em relação ao ano anterior.

 

Deixe um comentário

Leia também

Olivia Newton-John morre aos 73 anos

Da Redação – Olivia Newton-John morreu aos 73 anos, nesta segunda-feira (8). A morte…