FOLHAPRESS – O desfile da escola de samba Gaviões da Fiel causou muito alvoroço entre os religiosos, que acusaram a escola de zombar da imagem de Jesus Cristo. Tudo isso porque a coreografia mostrava Satanás vencendo Jesus em um embate.

No entanto, a frente parlamentar conhecida como ‘Bancada Evangélica’ resolveu se pronunciar sobre o assunto. O deputado Marco Feliciano já havia repudiado e agora a frente parlamentar exibiu uma nota pública.

Segundo os parlamentares, o desfile é considerado um crime e se enquadra em intolerância religiosa, tirando quaisquer possibilidades de serem enquadrados como arte. No texto tem até a afirmação ‘não é arte, é crime’.

Na nota, os parlamentares também refirmam que lutarão e farão tudo contra para que este dinheiro público não seja mais destinados para espetáculos do Carnaval. Segundo os próprios, o Brasil já tem um povo tão sofrido e precisando de educação, saúde e tendo o enfrentamento à criminalidade e à violência, assim sendo um ato totalmente repudiante os investimentos carnavalescos.

A informação foi publicada em primeira mão pelo site ‘Gospel Prime’, que é ativista político e tem ligação direta com a ‘Bancada Evangélica’. Um processo está em pauta para que a escola de samba seja penalizada por tal ato.

Alguns defendem a escola, por conta de uma derrota do Satanás ao final do espetáculo, porém o que irritou aos evangélicos é que a figura de Jesus Cristo não poderia ser diretamente humilhada por um personagem que representava o diabo.

Deixe um comentário

Leia também

Hamilton Mourão vai se reunir com imigrantes brasileiros em Massachusetts

FOLHA – O vice-presidente, general Hamilton Mourão, vai se reunir em Boston com repr…