Home EUA Democratas avaliam ignorar decisão da Parlamentarian se parecer for contrario ao ‘Plano C’ da imigração
EUA - Imigração - Local - Mundo - 12/09/2021

Democratas avaliam ignorar decisão da Parlamentarian se parecer for contrario ao ‘Plano C’ da imigração

Os democratas não passaram por cima das decisões anteriores da técnica do Senado porque sabem que não podem confiar plenamente em todos os seus senadores

JSNEWS – Os democratas do Senado estão sinalizando uma nova disposição para considerar como contornar uma decisão potencialmente adversa da Parlamentarian do Senado dos Estados Unidos sobre a inclusão de dispositivos da lei migratória no pacote de gastos sociais.

A Parlamentarian do Senado, Elizabeth MacDonough, deve decidir em breve sobre se a terceira proposta de imigração dos democratas, que forneceria permissões de trabalho e proteção contra deportação para imigrantes que estão no país ilegalmente, está de acordo com as regras do Senado exigidas para a aprovação do pacote. MacDonough rejeitou duas disposições anteriores de imigração.

O líder da maioria no Senado, Richard J. Durbin (D-Ill.), um defensor da reforma da imigração, disse que apoiaria a anulação do parecer da Parlamentarian caso ela decida contra a última proposta, o Plano C.

“Espero que não chegue a esse ponto, mas sou a favor”, disse Durbin em uma breve entrevista
Ignorar o parecer da Parlamentarian é considerado um tiro no escuro porque seria uma mudança significativa nos costumes no precedentes do Senado e nas nas últimas semanas, Durbin disse repetidamente que essa ideia era irreal. No entanto a medida que a perspectiva de promulgar uma lei que favoreça os imigrantes de modo significativo seja ameaçado, é esperado que alguns democratas possam examinar essa a questão de uma maneira um pouco diferente, desconsiderar a decisão da Parlamentarian exigiria, no mínimo, o apoio de todos os 48 democratas do Senado e dos dois independentes que os acompanham e Durbin disse que não sabia se conseguiria todos os votos necessários, o senador Joe Manchin III (DW.Va.), o democrata conservador na Câmara se opõe veementemente a ignorar o perecer de Elizabeth MacDonough.

“Não vou votar para anular o Parlamentarian”, disse Manchin à Fox News no mês passado, um sentimento que ele repetiu na quarta-feira, 08. “Eu não vou fazer isso. Todos eles sabem disso”, disse ele desta vez a CNN.

Os democratas estão sob intensa pressão dos defensores da reforma da imigração para desconsiderarem a decisão da Parlamentarian. Na terça-feira, 07, grupos de direitos dos imigrantes e um pequeno grupo de democratas da Câmara se reuniram do lado de fora do Capitólio para exigir que os democratas ignorassem o parecer técnico caso fosse contrario a inclusão da lei no pacote de gastos.

“Os democratas têm uma reposta – temos a Câmara, temos o Senado e temos a presidência – e se quisermos fazer isso, faremos”, disse a deputada Alexandria Ocasio-Cortez (DN.Y.).

Muitos desses defensores dizem que a proteção contra a deportação não é suficiente e que o Senado deveria voltar à sua primeira proposta, que foi um caminho para a cidadania para a maioria dos imigrantes.

O parlamentar do Senado já se pronunciou contra esse plano e outro .

Mesmo se os democratas descobrirem que não têm apoio suficiente para anular a decisão do parlamentar, a pressão externa pode aumentar a probabilidade de os democratas terem de votar a questão de qualquer maneira. Isso forçaria os democratas a tomar uma posição e abriria um precedente potencial sobre se eles acatarão as decisões do parlamentar criando uma trilha no jogo politico que poderia ser comum tornar comum esse procedimento em situações similares mesmo quando os democratas não estiverem no poder.

 

Deixe um comentário

Leia também

As rotas de migração mais perigosas do mundo

BBC NEWS BRASIL – Em questão de dias, ocorreram duas tragédias mortais envolvendo pe…