Home Biden Centenas de ucranianos estão acampados em Tijuana, no México, a espera de asilo nos Estados Unidos
Biden - Imigração - Mundo - Novo Normal - 04/05/2022

Centenas de ucranianos estão acampados em Tijuana, no México, a espera de asilo nos Estados Unidos

Tijuana já abrigava 1.700 ucranianos em acampamentos improvisados perto do porto internacional de entrada, que liga Tijuana à Califórnia

JSNWES – Cerca de 400 ucranianos que chegaram a cidade de Tijuana, no México, nesse domingo,03, foram transferidos para um centro esportivo que foi convertido em um abrigo onde permanecerão, de acordo com as autoridades locais, até poderem cruzar a fronteira em direção aos Estados Unidos. Os ucranianos entraram no México pelos aeroportos de Cancun e da Cidade do México, disse Enrique Lucero, diretor de assuntos migratórios de Tijuana. Cerca de 30% destes ucranianos são crianças.
Tijuana já abrigava 1.700 ucranianos em acampamentos improvisados perto do porto internacional de entrada, que liga Tijuana à Califórnia.

A Ucrânia e toda a região testemunharão o desmonte de décadas de avanços sociais obtidos após a queda da Cortina de Ferro.

O aumento da presença ucraniana em Tijuana ocorre à medida que as autoridades migratórias dos Estados Unidos estão intensificando os esforços para processar as solicitações de asilo, independentemente da nacionalidade, em meio a um aumento já esperado de solicitações à medida que os Estados Unidos se inclina para revogar a medida Titulo 42, uma política da era pandêmica que restringia o pedido de asilo na fronteira.

Na segunda-feira,04, o comissário da Alfândega e Proteção de Fronteiras dos EUA (CBP), Chris Magnus, disse em um comunicado que a agência está aumentando o pessoal e os recursos na fronteira sudoeste, sem fornecer detalhes sobre o número de agentes que estão sendo mobilizados ou quais os locais específicos para essa concentração desses recursos.

Alejandro Mayorkas, secretário do Departamento de Segurança Interna dos EUA (DHS), que supervisiona o CBP, disse na sexta-feira que seu departamento já enviou 600 policiais para a fronteira e adicionaria mais conforme necessário.

Lucero disse estar esperançoso de que as autoridades americanas acelerem o processamento de migrantes ucranianos.

O presidente dos EUA, Joe Biden, disse no final de março que os Estados Unidos aceitariam até 100.000 ucranianos no país este ano.

Deixe um comentário

Leia também

Simone Tebet declara apoio a Lula: “Reconheço nele compromisso com a democracia”

FSP – A ex-candidata à presidência da República Simone Tebet (MDB) declarou voto ao …