Home Mundo Biden propõe comissão para estudar reforma de Judiciário dos Estados unidos
Mundo - 10/22/2020

Biden propõe comissão para estudar reforma de Judiciário dos Estados unidos

Figuras da esquerda aventaram a ideia de ampliar o número de juízes da Suprema Corte, atualmente nove, se Biden vencer para contrabalançar as ações de senadores republicanos em 2016

REUTERS – O indicado presidencial democrata norte-americano, Joe Biden, disse que, se for eleito, montará uma comissão bipartidária de eruditos para estudar uma reforma do Judiciário federal, que classificou como “fora de sintonia“, observando que existem alternativas a se considerar além de ampliar a Suprema Corte. Biden, que enfrenta o presidente republicano Donald Trump na eleição de 3 de novembro, fez os comentários em uma entrevista ao programa “60 Minutes“, da rede CBS, que irá ao ar neste final de semana –trechos foram divulgados nesta quinta-feira.

O ex-vice-presidente disse que criará uma comissão bipartidária de especialistas constitucionais composta por democratas, republicanos, progressistas e conservadores para analisar o Judiciário dos Estados Unidos.

Pedirei a eles que, depois de 180 dias, me procurem novamente com recomendações de como reformar o sistema legal, porque ele está ficando fora de sintonia, a maneira como está sendo tratado, e não se trata de ampliar a corte“, acrescentou Biden. “Existe uma série de alternativas que… vão muito além da ampliação.”

Figuras da esquerda aventaram a ideia de ampliar o número de juízes da Suprema Corte, atualmente nove, se Biden vencer para contrabalançar a guinada à direita do tribunal à luz das ações de senadores republicanos em 2016 e agora. Os republicanos repudiaram a ideia.

Na semana passada, Biden disse que “não é fã” da prática, mas que está aberto a opções.

Deixe um comentário

Leia também

Transmissão da covid no Brasil está acelerada de acordo com o Imperial College London, no Reino Unido

Da Redação  R7 – O indicador usado para saber se a pandemia está avançando ou recuan…