Home Biden Biden admite o ó obvio: ‘a inflação está inaceitavelmente alta’
Biden - Economia - Mundo - Novo Normal - Política - Trump - 07/13/2022

Biden admite o ó obvio: ‘a inflação está inaceitavelmente alta’

A partir do simulador de preços da Secretaria de Estatísticas Trabalhistas é possível traçar um comparativo com outros presidentes. No segundo ano do governo Trump, 10 dólares no mês de maio tinha o mesmo poder de compra de 11,62 dólares em maio de 2022. Já na comparação com o segundo ano de Obama, 10 dólares no mês de maio de 2010 tinha o mesmo poder de compra de 13,40 dólares no mesmo período deste ano.

JSNEWS – O presidente Biden admitiu nessa quarta-feira,13,  que a inflação esta “inaceitavelmente alta” depois que a taxa anual de aumentos de preços subiu para 9,1% em junho, o nível mais alto desde novembro de 1981, quando os republicanos acusaram a Casa Branca de não ter planos para lidar com a emergência econômica.

Em um comunicado emitido pouco depois de chegar ao Oriente Médio, Biden tentou maquiar a péssima noticia dizendo que relatórios de aponta para a alta da inflação estava “desatualizado” apontando que a queda dos preços da gasolina não foram computados nesse índice.

“Os dados de hoje não refletem o impacto total de quase 30 dias de queda nos preços da gasolina, que reduziram o preço na bomba em cerca de 40 centavos por galão desde meados de junho”, disse o presidente. “Essa baixa de preço estão fornecendo um alento para as famílias americanas. E, outras commodities como o trigo caíram acentuadamente desde este relatório foi feito.”

No entanto, o relatório do Bureau of Labor Statistics constatou que a chamada “inflação central”, que mede o custo de todos os itens menos alimentos e energia, subiram 0,7% em junho, depois de aumentar 0,6% em abril e maio, uma escalada de aumentos que totalizam 5,9% em relação a junho do ano passado.
A Casa Branca tentou se antecipar às más notícias antes do lançamento do relatório, com a secretária de imprensa Karine Jean-Pierre dizendo aos repórteres que a administração esperava que a leitura fosse “altamente elevada”.

Independentemente do aviso, legisladores republicanos criticaram pelas redes sociais a administração Biden após a divulgação do relatório.

“As famílias trabalhadoras estão lutando para sobreviver à medida que continuam enfrentando a pior inflação em 40 anos. As sirenes econômicas estão tocando e os economistas estão alertando para uma recessão iminente. Mas @POTUS está cobrindo os ouvidos e virando as costas para o povo americano”, disse o senador John Barrasso (R-Wyo).) pelo Twitter.

“Isso é insustentável e a Administração Biden não tem nenhum plano para aliviar os altos preços que estão prejudicando as famílias americanas”, disse o deputado Gary Palmer (R-Ala).

“Os democratas não se importam com coisas que importam para os americanos trabalhadores, como inflação, crise na fronteira, preços do gás ou crimes violentos, eles só se preocupam com as questões dos animais de estimação de seus doadores ricos e liberais e ativistas”, senador Marco Rubio (R-Fla.) disse.

“Novo relatório: a inflação atinge uma alta de quase 41 anos”, escreveu o senador John Thune (R-SD). “Mantimentos, gás, aluguel, utilidades – quase tudo é mais caro hoje em dia, e os americanos estão sentindo a dor diariamente. Esse nível de inflação é um resultado direto dos gastos do Dems desde que assumiram o controle em DC.”

“A inflação continuou a disparar em junho por causa dos gastos imprudentes de Joe Biden”, disse a senadora Marsha Blackburn (R-Tenn. “A inflação subiu para 9,1% históricos, o nível mais alto desde 1981.”

“A inflação subiu 9,1% – uma nova alta de 40 anos. E o que os democratas estão fazendo para ajudar os americanos que sofrem? Despejando gasolina no fogo revitalizando o plano de gastos de trilhões de dólares de Joe Biden”, disse o deputado Tom Tiffany (R-Wis).

Deixe um comentário

Leia também

Simone Tebet declara apoio a Lula: “Reconheço nele compromisso com a democracia”

FSP – A ex-candidata à presidência da República Simone Tebet (MDB) declarou voto ao …