Home Bizarro Banco Mundial nega que Weintraub terá acesso a contas do STF
Bizarro - Brasil - Mundo - Novo Normal - 2 semanas atrás

Banco Mundial nega que Weintraub terá acesso a contas do STF

O Banco Mundial não aborda questões financeiras individuais, pois a missão é financiar projetos que ajudem a reduzir a pobreza e também promover o enriquecimento em países em desenvolvimento.

ESTADO – Circula pelas redes sociais desde o último fim de semana uma postagem que diz que o ex-ministro da Educação Abraham Weintraub terá livre acesso às contas de todos os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF), quando for diretor do Banco Mundial.

Leia a legenda que acompanha o post viral:

“De acordo com seu irmão, Artur Weintraub, Abraham Weintraub já está em solo americano, bem longe das garras do STF. Em breve assume cargo relevante no Banco Mundial, e aí, meus amigos, peguem a pipoca, porque mexeram com o cara errado. Weintraub vai passar a ter acesso a dados e informações de inteligência financeira que podem transformar a vida de certos ministros em um inferno, exatamente como fizeram com a dele quando ele estava no Brasil”

A mensagem é falsa e teve várias versões: A assessoria do Banco Mundial esclareceu que as informações são incorretas. Portanto, não é verdade que os representantes dos países têm acesso a contas bancárias.

O Banco Mundial não aborda questões financeiras individuais, pois a missão é financiar projetos que ajudem a reduzir a pobreza e também promover o enriquecimento em países em desenvolvimento.

De acordo com o comunicado, o Banco Mundial informou que ninguém de qualquer setor da instituição tem acesso a contas bancárias de terceiros. Ou seja, Weintraub não teria acesso a informações de inteligência financeira somente por assumir um posto no conselho administrativo.

Na quinta-feira (18), Weintraub anunciou a saída do cargo de ministro. Após isso, o Banco Mundial disse – por nota – que recebeu do governo brasileiro a indicação do ex-ministro para ocupar um cargo de diretor da instituição.

“Se eleito pelo seu constituency, ele cumprirá o restante do atual mandato, que termina em 31 de outubro de 2020, quando será necessária uma nova nomeação e nova eleição”, informou a instituição.

Conteúdo de fact-checking do Pipeify.

Deixe um comentário

Leia também

Ordem planejada por Trump para Dreamers não é anistia geral, informa Casa Branca

Da Redação – A ordem executiva planejada do Presidente dos EUA, Donald Trump, sobre …