Home Mundo Atendente do Dunkin’ é condenado a prisão domiciliar por agredir fatalmente cliente idoso que usou calúnia racista
Mundo - Novo Normal - Policial - 03/09/2022

Atendente do Dunkin’ é condenado a prisão domiciliar por agredir fatalmente cliente idoso que usou calúnia racista

O incidente começou quando o cliente, identificado pela Associated Press como Vonelle Cook, 77 anos, ficou chateado com o atendimento que estava recebendo no drive-thru. Cook foi convidado a se retirar, mas ele preferiu estacionar o carro e entrar no estabelecimento.

JSNEWS – Um empregado da Dunkin’ Donuts da Dunkin em Tampa no estado da Flórida, foi condenado a dois anos de prisão domiciliar após que se declarou culpado por socar fatalmente um cliente que usou um insulto racista.

De acordo com registros judiciais, Corey Pujols, 27 anos, foi inicialmente acusado de homicídio culposo depois de dar um soco na mandíbula de um homem de 77 anos após uma briga em maio do ano passado. Ele inicialmente se declarou inocente, mas concordou em mudar sua alegação pela de menor gravidade.

Corey Pujols, 27 anos e Vonelle Cook, 73 anos

Além da prisão domiciliar, Pujols deverá cumprir 200 horas de serviço comunitário e terá que participar de um curso sobre controle emocional.

Os advogados de Pujols e a Procuradoria de Hillsborough não puderam ser contatados nessa quarta-feira para comentarem o assunto.

O incidente começou quando o cliente, identificado pela Associated Press como Vonelle Cook, 77 anos, ficou chateado com o atendimento que estava recebendo no drive-thru. Cook foi convidado a se retirar, mas ele preferiu estacionar o carro e entrar no estabelecimento.

De acordo com a policia de Tampa, O Sr. Cook e o Sr. Pujols começaram a discutir e que Cook chamou Pujols de “Nigger“, um de insulto racista. O relatório criminal afirma que o cliente chamou Pujols de “N” * (Ver nota no final).

De acordo com a polícia, Pujols “desafiou” o homem a repetir a calúnia e quando o homem fez Pujols deu um soco na mandíbula dele.

Cook ficou inconsciente e caiu, batendo a cabeça no chão. De acordo com o depoimento, ele começou a sangrar pela cabeça e foi levado para um hospital com fratura no crânio e contusões no cérebro. Ele morreu três dias depois, segundo a polícia.

Grayson Kamm, porta-voz do procurador do estado, disse ao Tampa Bay Times que os promotores consideraram a “totalidade das circunstâncias”, incluindo a idade de Pujols e a falta de antecedentes criminais ao concordar com o acordo. Ele também disse que os promotores consideraram o comportamento de Cook no dia do incidente.

“Dois dos principais fatores foram a abordagem agressiva que a vítima tomou em relação ao réu e a todos que trabalham com o réu, e que a vítima usou repetidamente possivelmente o termo mais agressivo e ofensivo na língua inglesa, disse Kamm ao jornal.

*Na língua inglesa, a palavra nigger é uma calúnia étnica tipicamente usada contra os negros, especialmente afro-americanos. Por ser considerado extremamente ofensivo, mesmo que apenas mencionado e não usado como calúnia, muitas vezes é referido pelo eufemismo “a palavra N”. Também está em uso com um significado mais neutro entre afro-americanos, principalmente como negro.

Deixe um comentário

Leia também

Elon Musk desafia acusadora abuso sexual para descrever como são suas partes íntimas

JSNEWS – Elon Musk disse que a mulher que o acusou de má conduta sexual de ser uma &…