Home Biden Após 10 anos de DACA, os ‘dreamers’ continuam sonhando
Biden - Imigração - Mundo - 2 semanas atrás

Após 10 anos de DACA, os ‘dreamers’ continuam sonhando

De acordo com os Serviços de Cidadania e Imigração (USCIS), 611.407 imigrantes foram protegidos pelo DACA a partir de 31 de dezembro de 2021. Cerca de 200.000 pessoas que tiveram o amparo obtiveram residência legal ou a perderam por várias razões.

JSNEWS – Em meio a marchas e manifestações, o programa Ação Diferida para Chegadas na Infância (DACA) comemora nesta quarta-feira, 15, 10 anos de sua promulgação, enquanto isso, mais de 600 mil beneficiários aguardam uma solução migratória permanente e outros milhões ainda esperam por, pelo menos, por uma proteção temporária.

Em 15 de junho de 2012, o então presidente Barack Obama estabeleceu o programa DACA, que protege da deportação e concede licenças de trabalho renováveis a cada dois anos aos imigrantes que chegaram ao país irregularmente quando crianças.

É o caso da mexicana Lizbeth García, que cruzou a fronteira quando tinha apenas 8 anos com a mãe e a irmã.

“O DACA tem sido muito, muito bom. Abriu muitas portas para mim e minha irmã, Kathia”, disse Garcia, 27 anos, professora de inglês em uma escola de Los Angeles, a agencia de noticias EFE. “Sem o DACA eu não teria conseguido o emprego”.

Ela ressalta que nesses 10 anos o programa a levou a uma montanha russa de emoções que às vezes a colocaram entre um extremo e outro. “A coisa mais difícil foi o tempo de Donald Trump quando ele tentou acabar com o DACA. Nos deixou com medo que não quer acabar porque o Congresso não quer agir”, disse.

Já para o salvadorenho Juan Carlos R., que veio para os Estados Unidos quando tinha 7 anos, o DACA é para ele apenas um “sonho“. “Se eles me dessem DACA eu ficaria muito grato porque eu quero continuar estudando e trabalhando para ajudar meus pais”, disse o jovem morador do Vale Central da Califórnia, que não é elegível porque chegou logo após o prazo estipulado no programa: 15 de junho de 2007.

Uma reforma que não vem
A DACA nasceu como uma resposta provisória à incapacidade do Congresso dos EUA de dar uma solução permanente a essas pessoas, que se mostra o lado positivo da imigração não ilegal.

Durante esse período, mais de 800.000 pessoas foram beneficiadas pela proteção, segundo dados do Instituto de Política migratória (IPM).

De acordo com os Serviços de Cidadania e Imigração (USCIS), 611.407 imigrantes foram protegidos pelo DACA a partir de 31 de dezembro de 2021. Cerca de 200.000 pessoas que tiveram o amparo obtiveram residência legal ou a perderam por várias razões.

Os detentores do DACA contribuem anualmente com cerca de US$ 42 bilhões para a economia dos EUA, de acordo com estimativas do MPI. No entanto, no ano passado o Senado dos Estados Unidos não aprovou uma lei que protegeria os chamados “sonhadores” (Dreamers) ao aprovar a lei American Promise and Dream Bill 2021, que já havia passado pela Câmara dos Deputados, e que teria dado residência permanente aos beneficiários do DACA s pelo menos 3 milhões de jovens.

Os democratas na Câmara Alta também não conseguiram reunir a reforma da imigração com um caminho para a cidadania com o plano social do presidente Joe Biden.

A este respeito, Jorge Loweree, diretor de programas e estratégia do American Immigration Council, disse à Agência Efe que “estamos vivendo em uma era em que o Congresso não está lidando com problemas difíceis enquanto não houver uma emergência absoluta”.

Deixe um comentário

Leia também

Bolsonaro diz a TV americana que EUA podem virar país isolado se esquerda vencer no Brasil

ESTADÃO – O presidente Jair Bolsonaro afirmou em entrevista à emissora de televisão …