Home Cultura Aluno é preso ao tentar assistir aula presencial no estado de Nova York
Cultura - Mundo - Política - 6 dias atrás

Aluno é preso ao tentar assistir aula presencial no estado de Nova York

O distrito chamou os protestos de Stow de "golpe publicitário", enquanto a mãe de Stow o elogiou por "defender o que ele acredita".

EFE – Maverick Stow, de 17 anos, foi preso após tentar assistir aulas presenciais na escola onde estuda o último ano do ensino médio, no condado de Suffolk, no estado de Nova York. De acordo com o cronograma, as aulas desta quarta-feira (8) deveriam ser online. A notícia é da Forbes.

Algumas escolas dos EUA estão adotando um modelo híbrido para manter o distanciamento social. Mas Stow compareceu mesmo assim na William Floyd High School.

Quando Stow se recusou a sair, os funcionários da escola o suspenderam por cinco dias, mas na última quarta-feira, Stow voltou ao campus da escola apesar da suspensão e recebeu um aviso de invasão criminal.

Stow foi para a escola novamente na quinta-feira (10) e foi imediatamente preso pelos policiais do condado de Suffolk e acusado de invasão criminosa de terceiro grau.

William Floyd School District divulgou um comunicado que diz: “Se o Sr. Stow continuar a tentar acessar as dependências da escola a cada dia que estivermos abertos, fecharemos o colégio – e seus aproximadamente 3.000 alunos – para todo aprendizado presencial e será tudo virtual em um futuro próximo

O distrito chamou os protestos de Stow de “golpe publicitário“, enquanto a mãe de Stow o elogiou por “defender o que ele acredita“.

Estou fazendo isso porque sinto fortemente que devemos estar na escola cinco dias por semana, que devemos ter todas as atividades extracurriculares que vêm com isso“, disse Stow. “Eu nunca fiz nada para aparecer. Só queria aprender“.

Deixe um comentário

Leia também

Da festa à tragédia: sete mortos e 177 infectados pela COVID-19 em casamento no estado do Maine

AFP – Deveria ficar na lembrança como uma celebração de amor em pleno verão na pitor…