Home Brasil Adélio Bispo diz em depoimento à PF que tentou matar Bolsonaro por ele ser um impostor
Brasil - Mundo - 11/28/2020

Adélio Bispo diz em depoimento à PF que tentou matar Bolsonaro por ele ser um impostor

Adélio Bispo, responsável por dar uma facada no presidente Jair Bolsonaro (sem partido) em 2018, deu detalhes das motivações para o ato, dizendo que houve razões políticas e religiosas e ainda afirmou que considera o presidente um impostor. O vídeo com o depoimento de Adélio foi feito pela Polícia Federal e divulgado nesta sexta-feira (27) pela revista Veja.

Adélio disse que atendeu um pedido de Deus acerca do ato de atentado. “Quando ele (Deus) disse [para matar Bolsonaro], eu fiquei até surpreso. Na política, o que eu tinha interesse mesmo era o Michel Temer. Esse eu tinha interesse”.

Segundo Adélio, Bolsonaro tentou se passar como um homem de Deus. A afirmação explica o porquê ele considera o presidente um “impostor”. Durante a depoimento, o autor da facada em Bolsonaro disse sobre a motivação ser política e religiosa: “As duas, as duas, as duas. A política e a religiosa… Bolsonaro é um impostor”, disse.

Muitos evangélicos acreditavam que ele fosse evangélico. Ele tentou plantar essa imagem que fosse evangélica, mas não era. Ele é um impostor. Meramente um impostor. Para tentar se apropriar do voto do meio protestante”, finaliza.

Questionado acerca do desejo de matar o ex-presidente Michel Temer, Adélio confessa que: “Era um desejo pessoal. A respeito do Michel Temer, era um desejo meu. No fim do vídeo divulgado pela revista Veja, Adélio é interrogado sobre se ainda tem desejo de tentar, novamente, matar Bolsonaro. “Não, hoje, hoje… Isso não mais”, responde Adélio. As informações são do portal UOL.

Deixe um comentário

Leia também

‘Caçadores de vacina’ em Los Angeles esperam horas por sobras de imunizantes

AFP – Com sacos de dormir, moletons e cadeiras dobráveis, jovens “caçadores de…