INTERNACIONAL

Voltar

Polícia encontra faixa e medalha presidenciais da Bolívia que foram roubadas em prostíbulo

- 09 de Agosto por EFE

EFE - A histórica medalha e a faixa presidencial da Bolívia foram recuperadas na tarde de hoje (8) no pátio de uma igreja no centro de La Paz. Os principais símbolos da Presidência haviam sido roubados na terça-feira, quando o responsável pela guarda dos objetos negligenciara sua missão para ir a prostíbulos.

Joia em ouro cravejada de pedras preciosas, a medalha data da fundação da República, em 1825. A faixa presidencial é bordada com fios de ouro. Segundo o coronel Jhonny Aguilera, chefe de uma Força Especial de Luta contra o Crime (FELCC), os “símbolos pátrios” foram abandonados dentro de mochilas envoltas em sacos de plástico pretos.

A recuperação, completou ele, teve a ajuda do canal de televisão Unitel, que recebera um telefonema anônimo. A medalha foi encontrada “em perfeito estado”, acrescentou Aguilera.

As duas peças estavam sob a responsabilidade do tenente Roberto Juan de Dios Ortiz Blanco. Ele deveria entregar os objetos em Cochabamba, onde o presidente boliviano, Evo Morales, os usaria hoje durante a parada militar em homenagem à fundação das Forças Armadas.

Como seu voo estava atrasado, Ortiz decidiu visitar vários prostíbulos em seu caminho para o aeroporto. Nas paradas, deixava os objetos dentro do veículo que dirigia, segundo o boletim de ocorrência.

“Entrei em vários desses locais, diferentes locais, para depois retornar aonde tinha deixado meu automóvel. Quando cheguei [ao carro], minha mochila tinha sido subtraída, contendo em seu interior os símbolos pátrios”, declarou Ortiz Blanco, ao denunciar o roubo à Polícia.

Segundo o chefe da Polícia, “os autores do fato” já foram identificados e estão sendo procurados. Seriam cidadãos peruanos. A polícia está realizando batidas em residências e aumentando o controle na fronteira com o Peru, para evitar que os ladrões retornem ao país.

O Ministério da Defesa havia informado anteriormente que o “oficial encarregado” da segurança da medalha está preso e que “foi aberta uma investigação, (que inclui) os comandos da Casa Militar”, responsáveis pela segurança das joias quando transportadas.

A última vez em que Morales exibiu os símbolos presidenciais foi em 6 de agosto, durante a celebração do 193º aniversário da independência nacional. A medalha costuma ser guardada em uma redoma de segurança do Banco Central, mas é ocasionalmente entregue à Presidência para atos oficiais.

Trata-se de um presente do Congresso da recém-fundada República Bolívar (hoje Bolívia) ao seu fundador, Simón Bolívar, em 1825, que foi usada como medalha presidencial por Antonio José de Sucre, o segundo presidente do país.

“É um golpe brutal para a República, para o Estado”, reagiu o ex-presidente Carlos Mesa, para quem a perda dos símbolos “equivale ao roubo da coroa da rainha Elizabeth II da Inglaterra”.

mais populares
edição online
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
- 08 de Agosto - ESPORTES

Atlético PR goleia o Peñarol no Uruguai e confirma a classificação

O Atlético Paranaense garantiu a classificação para a próxima fase da Copa Sul-americana 2018 ao golear o Peñarol, do Uruguai, por 4 a 1, com uma...


- 07 de Agosto - CELEBRIDADES

Ex-ator mirim é preso por posse e uso de drogas

Além do primeiro longa, Weiss voltou a interpretar o goleiro Goldberg em mais dois filmes da franquia, nos anos 90. Depois disso, passou a se dedicar...


- 07 de Agosto - BRASIL

Governo federal recorre de decisão de juiz de Roraima que mandou fechar fronteira com a Venezuela

Nesta segunda, 6, após a decisão do juiz, a Polícia Rodoviária Federal bloqueou a fronteira e impediu que venezuelanos entrassem no país pela...


Guia Comercial

Os melhores negócios e empresas você só encontra aqui.

SAIBA MAIS
Anuncie grátis aqui !