ESPORTES

Voltar

Chapecoense perde em casa e se complica na Libertadores

- 01 de Fevereiro por FOLHAPRESS

FOLHAPRESS - De um lado, o nervosismo de uma equipe com pouca tradição, do outro, uma tricampeã que sabe jogar a Copa Libertadores como poucas equipes na América do Sul.

Foi nesse ambiente que a Chapecoense não conseguiu a aproveitar a vantagem de jogar na Arena Condá e acabou sendo derrotada por 1 a 0 contra o Nacional-URU, nesta quarta-feira (31). O volante Santiago Romero fez o único gol que deu a vantagem para o time uruguaio no primeiro jogo da pré-Libertadores.

Com o resultado, a Chape terá um grande desafio na próxima quarta-feira (7). A equipe precisará bater o Nacional em pleno Gran Parque Central por até dois gols de diferença se quiser avançar à terceira eliminatória, a última antes da fase de grupos do torneio.

Mais tranquilo, o time de Montevideu contará com a força da torcida e a vantagem do empate para seguir na competição.

Experiente, o time uruguaio foi o responsável pelas principais chances da primeira etapa do jogo. Sebastián Fernández e Zunino tiveram as duas melhores oportunidades de gols, mas ambas foram para fora.

Mesmo tendo mais a posse de bola, a equipe anfitriã não conseguiu desenvolver boas jogadas. A principal oportunidade da Chape foi em um chute de fora da área com Márcio Araújo, em que a bola foi parar na arquibancada.

Na etapa final, dois minutos depois de entrar em campo, o argentino Gonzalo Bergessio apareceu livre pela esquerda e rolou a bola para Zunino. Jandrei não conseguiu impedir o cruzamento rasteiro do lateral para Romero, que apareceu livre para abrir o placar aos 28min.

Um minuto depois do gol, a Chape viu uma boa vantagem aparecer com a expulsão de Espino. A ofensividade da Chape com a desvantagem foi tão grande quanto o seu nervosismo.

Após um chute forte no travessão de Bruno Silva, Perotti deu uma voadora na perna do zagueiro Corujo e acabou levando cartão vermelho direto. Além de Perotti, o atacante Eduardo foi expulso por deixar o braço no rosto do jogador adversário.

Antes do apito final, a Chape teve ainda outras chances em escanteios, mas bem fechada, a equipe do Nacional não permitiu um gol de empate.

CHAPECOENSE

Jandrei; Apodi, Douglas, Fabrício Bruno e Bruno Pacheco; Amaral, Márcio Araújo, Lucas Mineiro (Bruno Silva) e Nadson (Perotti); Guilherme (Eduardo) e Wellington Paulista. T.: Gilson Kleina

NACIONAL-URU

Conde; Fucile, Corujo, Arismendi e Espino; Oliva, Santiago Romero e Zunino (Barcía); Viúdez (Bergessio), Sebastián Fernández (Álvaro González) e Carlos de Pena. T.: Alexander Medina

Estádio: Arena Condá, em Chapecó (SC)

Juiz: Patricio Loustau (ARG)

Cartões amarelos: Fabrício Bruno, Guilherme e Amaral (CHA); Espino, Sebástian Fernández e Fucile (NAC)

Cartões vermelhos: Perotti e Eduardo (CHA); Espino (NAC)

Gol: Santiago Romero (NAC), aos 28min do segundo tempo

mais populares
edição online
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
- 23 de Fevereiro - IMIGRAÇÃO

Trump sugere tirar agentes de imigração da Califórnia

A Patrulha Fronteiriça se dedica a evitar as entradas de cidadãos de forma ilegal, fundamentalmente através da fronteira com o México, enquanto o ICE...


- 21 de Fevereiro - ESPORTES

Em 17º lugar, Isadora Williams obtém vaga inédita na final da patinação artística

Isadora Williams está na final da patinação artística dos Jogos Olímpicos de Pyeongchang, na Coreia do Sul. A brasileira foi a segunda atleta a se...


- 19 de Fevereiro - ESPORTES

Gandula denuncia jogador e massagista por agressão durante partida

A vítima foi espancada no estádio Morenão, em Campo Grande, ao comemorar de forma provocativa o gol da equipe adversária. O clássico, válido pela...


Guia Comercial

Os melhores negócios e empresas você só encontra aqui.

SAIBA MAIS
Anuncie grátis aqui !