ESPORTES

Voltar

Chapecoense perde em casa e se complica na Libertadores

- 01 de Fevereiro por FOLHAPRESS

FOLHAPRESS - De um lado, o nervosismo de uma equipe com pouca tradição, do outro, uma tricampeã que sabe jogar a Copa Libertadores como poucas equipes na América do Sul.

Foi nesse ambiente que a Chapecoense não conseguiu a aproveitar a vantagem de jogar na Arena Condá e acabou sendo derrotada por 1 a 0 contra o Nacional-URU, nesta quarta-feira (31). O volante Santiago Romero fez o único gol que deu a vantagem para o time uruguaio no primeiro jogo da pré-Libertadores.

Com o resultado, a Chape terá um grande desafio na próxima quarta-feira (7). A equipe precisará bater o Nacional em pleno Gran Parque Central por até dois gols de diferença se quiser avançar à terceira eliminatória, a última antes da fase de grupos do torneio.

Mais tranquilo, o time de Montevideu contará com a força da torcida e a vantagem do empate para seguir na competição.

Experiente, o time uruguaio foi o responsável pelas principais chances da primeira etapa do jogo. Sebastián Fernández e Zunino tiveram as duas melhores oportunidades de gols, mas ambas foram para fora.

Mesmo tendo mais a posse de bola, a equipe anfitriã não conseguiu desenvolver boas jogadas. A principal oportunidade da Chape foi em um chute de fora da área com Márcio Araújo, em que a bola foi parar na arquibancada.

Na etapa final, dois minutos depois de entrar em campo, o argentino Gonzalo Bergessio apareceu livre pela esquerda e rolou a bola para Zunino. Jandrei não conseguiu impedir o cruzamento rasteiro do lateral para Romero, que apareceu livre para abrir o placar aos 28min.

Um minuto depois do gol, a Chape viu uma boa vantagem aparecer com a expulsão de Espino. A ofensividade da Chape com a desvantagem foi tão grande quanto o seu nervosismo.

Após um chute forte no travessão de Bruno Silva, Perotti deu uma voadora na perna do zagueiro Corujo e acabou levando cartão vermelho direto. Além de Perotti, o atacante Eduardo foi expulso por deixar o braço no rosto do jogador adversário.

Antes do apito final, a Chape teve ainda outras chances em escanteios, mas bem fechada, a equipe do Nacional não permitiu um gol de empate.

CHAPECOENSE

Jandrei; Apodi, Douglas, Fabrício Bruno e Bruno Pacheco; Amaral, Márcio Araújo, Lucas Mineiro (Bruno Silva) e Nadson (Perotti); Guilherme (Eduardo) e Wellington Paulista. T.: Gilson Kleina

NACIONAL-URU

Conde; Fucile, Corujo, Arismendi e Espino; Oliva, Santiago Romero e Zunino (Barcía); Viúdez (Bergessio), Sebastián Fernández (Álvaro González) e Carlos de Pena. T.: Alexander Medina

Estádio: Arena Condá, em Chapecó (SC)

Juiz: Patricio Loustau (ARG)

Cartões amarelos: Fabrício Bruno, Guilherme e Amaral (CHA); Espino, Sebástian Fernández e Fucile (NAC)

Cartões vermelhos: Perotti e Eduardo (CHA); Espino (NAC)

Gol: Santiago Romero (NAC), aos 28min do segundo tempo

mais populares
edição online
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
- 16 de Agosto - IMIGRAÇÃO

Suécia amanhece com mais de cem carros incendiados, suspeito é detido na Turquia

Os episódios ocorrem em um momento especialmente sensível na Suécia. O país vai passar por eleições legislativas em menos de um mês. O resultado...


- 15 de Agosto - INTERNACIONAL

Ditador da Venezuela anuncia fim da gasolina mais barata do mundo

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, anunciou na segunda-feira que os preços da gasolina devem subir, para coibir a atuação de contrabandistas...


- 08 de Agosto - ESPORTES

Atlético PR goleia o Peñarol no Uruguai e confirma a classificação

O Atlético Paranaense garantiu a classificação para a próxima fase da Copa Sul-americana 2018 ao golear o Peñarol, do Uruguai, por 4 a 1, com uma...


Guia Comercial

Os melhores negócios e empresas você só encontra aqui.

SAIBA MAIS
Anuncie grátis aqui !