POLÍTICA

Voltar

Trump obtém maior vitória ao aprovar reforma tributária

07:34AM - 22 de Dezembro por Js Edição

O Senado aprovou na quarta-feira, 20, a maior reforma do sistema tributário americano desde 1986. O projeto de lei criado pelo presidente Donald Trump, uma das principais promessas de sua campanha, passou no Senado por 51 votos a 48. O corte de impostos começa a valer 12 dias depois da assinatura de Trump – que deve ocorrer ainda antes do fi m do ano. Foi a maior vitória de Donald Trump desde que assumiu a presidência.

Depois de um ano de disputas com o Congresso para tentar aprovar medidas impopulares como a revogação da reforma da saúde de seu antecessor, Barack Obama, conhecida como Obamacare, o presidente conseguiu aprovar o controvertido projeto. Todos os senadores republicanos presentes votaram a favor, enquanto a oposição democrata votou contra o projeto.

A Câmara de Deputados cancelou o resultado da votação de terça-feira e votou na quarta-feira, dia 20, novamente a reforma tributária, após senadores democratas – em uma tentativa de forçar o Congresso a revisar a lei – apontarem três artigos menores que, segundo eles, violavam as regras regimentais do Senado. Os deputados americanos se reuniram rapidamente na manhã de quarta-feira, dia 18, e aprovaram por 224 votos a 201 a versão fi nal do projeto, liberando o caminho para que Trump sancione a lei.

O eixo da maior reforma tributária nos EUA em 31 anos é uma redução dos impostos cobrados das empresas de 35% para 21%, que será defi nitiva, além de uma redução, até 2025, nos impostos das famílias, em quatro faixas de cobrança: 12%, 25%, 35% e 39,6% – outras três alíquotas intermediárias serão eliminadas.

Segundo economistas, essa reforma pode ampliar o déficit fiscal americano em US$ 1,5 trilhão em dez anos. Segundo o Centro de Política Tributária dos Estados Unidos, a nova reforma pode fazer a dívida pública americana chegar a 127% do PIB, uma porcentagem similar à de países altamente endividados como Itália e Portugal. Hoje, essa relação nos EUA está em 106%. Além disso, analistas afi rmam que a reforma vai benefi ciar apenas os mais ricos, deixando de lado a classe mé- dia. As famílias que ganham menos de US$ 25 mil anuais terão, em média, uma redução de US$ 60 em impostos, enquanto que os que ganham mais de US$ 733 mil terão uma redução de US$ 51 mil.

mais populares
edição online
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
- 14 de Junho - ESPORTES

Rússia surpreende e goleia a Arábia Saudita na estreia da Copa

Os donos da casa abriram a Copa do Mundo com uma goleada sobre a Arábia Saudita. Desacreditada por resultados ruins em sua preparação para o torneio,...


- 14 de Junho - BRASIL

Paulo Henrique Amorim é condenado pelo STF em caso de injúria racial

O jornalista Paulo Henrique Amorim foi condenado por crime de injúria racial pela Terceira Turma Criminal do Tribunal de Justiça do Distrito Federal....


- 13 de Junho - ESPORTES

Espanha demite técnico dois dias antes de estreia na Copa

Faltando apenas dois dias para a estreia da seleção da Espanha na Copa do Mundo, a Real Federação Espanhola de Futebol demitiu nesta quarta-feira o...


Guia Comercial

Os melhores negócios e empresas você só encontra aqui.

SAIBA MAIS
Anuncie grátis aqui !