EUA

Voltar

Congresso aprova reforma tributária nos Estados Unidos

- 21 de Dezembro por FOLHAPRESS

FOLHAPRESS - Sem surpresas, a Câmara dos Representantes concluiu na tarde desta quarta-feira a votação da reforma tributária de Donald Trump, a primeira grande mudança fiscal nos Estados Unidos em 30 anos. Controversa — pelo seu potencial de ampliar o déficit público americano e beneficiar os mais ricos — a nova norma deve se tornar lei ainda hoje, com a sanção do presidente, em sua maior vitória legislativa desde que chegou à Casa Branca.

A proposta já havia sido aprovada por deputados e senadores no começo do mês mas, com textos diferentes, precisou ter sua redação final votada novamente. Assim, os deputados (com 227 votos a 203) e os senadores (51 a 48) aprovaram a reforma nesta terça-feira, mas por questões legislativas ela precisou voltar à análise na Câmara dos Representantes. Trump, contudo, já comemorava o feito após a aprovação dos senadores. A assinatura oficial da reforma pelo presidente está marcada para 15h (18h, no horário de Brasília) na Casa Branca.

O eixo da reforma é uma redução dos impostos cobrados das empresas de 35% para 21%, que será definitiva, além de uma redução, até 2025, nos impostos das famílias, em quatro faixas de cobrança: 12%, 25%, 35% e 39,6% — outras três alíquotas intermediárias serão eliminadas.

Analistas afirmam que essa reforma pode ampliar o déficit fiscal americano em US$ 1,5 trilhão (R$ 4,935 trilhões) em dez anos, mas os republicanos afirmam que esse valor será compensado com o incentivo à economia, o que os pesquisadores negam. Essa eventual elevação do déficit pode, a médio prazo, aumentar a pressão sobre a taxa básica de juros dos Estados Unidos, o que acabaria por afetar, indiretamente, a liquidez para países em desenvolvimento, como o Brasil.

mais populares
edição online
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
08:19AM - 19 de Janeiro - LOCAL

Casos de gripe dobram em relação a 2017

Com as baixas temperaturas do inverno, a gripe ataca como nunca e por mais que os especialistas disponibilizem vacinas, estão sempre um passo atrás.


- 18 de Janeiro - CELEBRIDADES

Compositor Flávio Henrique morre vítima de febre amarela em BH

O compositor Flávio Henrique, 49 anos, morreu em decorrência de complicações por febre amarela às 7h30 desta quinta-feira (18), de acordo com o...


- 16 de Janeiro - ESPORTES

Fluminense perde do Barcelona-EQU e deixa a Florida Cup sem vitória

O Fluminense perdeu para o Barcelona de Guayaquil por 3 a 1, de virada, nesta segunda-feira (15) e deixou a Florida Cup sem vencer. Em Orlando, os...


Guia Comercial

Os melhores negócios e empresas você só encontra aqui.

SAIBA MAIS
Anuncie grátis aqui !