EUA

Voltar

Congresso aprova reforma tributária nos Estados Unidos

- 21 de Dezembro por FOLHAPRESS

FOLHAPRESS - Sem surpresas, a Câmara dos Representantes concluiu na tarde desta quarta-feira a votação da reforma tributária de Donald Trump, a primeira grande mudança fiscal nos Estados Unidos em 30 anos. Controversa — pelo seu potencial de ampliar o déficit público americano e beneficiar os mais ricos — a nova norma deve se tornar lei ainda hoje, com a sanção do presidente, em sua maior vitória legislativa desde que chegou à Casa Branca.

A proposta já havia sido aprovada por deputados e senadores no começo do mês mas, com textos diferentes, precisou ter sua redação final votada novamente. Assim, os deputados (com 227 votos a 203) e os senadores (51 a 48) aprovaram a reforma nesta terça-feira, mas por questões legislativas ela precisou voltar à análise na Câmara dos Representantes. Trump, contudo, já comemorava o feito após a aprovação dos senadores. A assinatura oficial da reforma pelo presidente está marcada para 15h (18h, no horário de Brasília) na Casa Branca.

O eixo da reforma é uma redução dos impostos cobrados das empresas de 35% para 21%, que será definitiva, além de uma redução, até 2025, nos impostos das famílias, em quatro faixas de cobrança: 12%, 25%, 35% e 39,6% — outras três alíquotas intermediárias serão eliminadas.

Analistas afirmam que essa reforma pode ampliar o déficit fiscal americano em US$ 1,5 trilhão (R$ 4,935 trilhões) em dez anos, mas os republicanos afirmam que esse valor será compensado com o incentivo à economia, o que os pesquisadores negam. Essa eventual elevação do déficit pode, a médio prazo, aumentar a pressão sobre a taxa básica de juros dos Estados Unidos, o que acabaria por afetar, indiretamente, a liquidez para países em desenvolvimento, como o Brasil.

mais populares
edição online
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
- 19 de Julho - ESPORTES

Francesas relatam agressões sexuais durante comemorações da Copa

Com a vitória da seleção francesa na Copa do Mundo, no último domingo (15), os torcedores saíram em massa às ruas de toda a França para celebrar a...


- 18 de Julho - ESPORTES

Após invasão na Copa, membros do Pussy Riot pegam 15 dias de prisão

Além dos 15 anos de prisão, os manifestantes também estão proibidos de frequentar eventos esportivos na Rússia por três anos. A Justiça russa decidiu...


- 16 de Julho - IMIGRAÇÃO

Homem que sugeriu que militantes islâmicos deveriam matar o príncipe britânico George é condenado à prisão perpétua

Um britânico que sugeriu que militantes islâmicos deveriam atacar o príncipe George, que tem quatro anos e está destinado a ser rei, foi condenado à...


Guia Comercial

Os melhores negócios e empresas você só encontra aqui.

SAIBA MAIS
Anuncie grátis aqui !