IMIGRAÇÃO

Voltar

Nova política dos EUA reduz chegada de cubanos ilegais

- 14 de Dezembro por ANSA

ANSA - O Departamento de Estado norte-americano divulgou que a entrada ilegal de imigrantes cubanos no país diminuiu em 64% de janeiro a dezembro.

O principal fator para a queda é o fim da política "pés secos, pés molhados", que favorecia quem conseguia chegar em solo americano mesmo sem autorização.

A medida "pés secos, pés molhados" garantia o visto americano permanente para imigrantes de Cuba que colocassem que pisassem nos EUA, mas foi suspensa por Barack Obama em janeiro deste ano, quando ainda era presidente. O fim da política foi crucial para a diminuição em 71% do fluxo migratório.

O Departamento de Estado informou os dados na terça-feira (12), após a 31ª conferência bilateral sobre imigração. Os EUA ainda divulgaram que atingiram a meta anual de emitir 20 mil autorizações de residência a cubanos.

Apesar disso, Cuba afirmou que a decisão de cortar a emissão de vistos em Havana estava "prejudicando seriamente" as famílias.

Em setembro, 60% dos funcionários da Embaixada dos Estados Unidos de Cuba foram retirados, após sofrerem "ataques acústicos". Embora Cuba tenha população de 11,2 milhões de habitantes, estima-se que 2 milhões de cubanos vivam nos Estados Unidos.

 

mais populares
edição online
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
08:19AM - 19 de Janeiro - LOCAL

Casos de gripe dobram em relação a 2017

Com as baixas temperaturas do inverno, a gripe ataca como nunca e por mais que os especialistas disponibilizem vacinas, estão sempre um passo atrás.


- 18 de Janeiro - CELEBRIDADES

Compositor Flávio Henrique morre vítima de febre amarela em BH

O compositor Flávio Henrique, 49 anos, morreu em decorrência de complicações por febre amarela às 7h30 desta quinta-feira (18), de acordo com o...


- 16 de Janeiro - ESPORTES

Fluminense perde do Barcelona-EQU e deixa a Florida Cup sem vitória

O Fluminense perdeu para o Barcelona de Guayaquil por 3 a 1, de virada, nesta segunda-feira (15) e deixou a Florida Cup sem vencer. Em Orlando, os...


Guia Comercial

Os melhores negócios e empresas você só encontra aqui.

SAIBA MAIS
Anuncie grátis aqui !