EUA

Voltar

Akayed Ullah, de 27 anos, é identificado como autor do atentado de Nova York

- 11 de Dezembro por EBC


O suposto responsável pelo atentado terrorista cometido nesta segunda-feira (11) em Nova York foi identificado como Akayed Ullah, de 27 anos, informaram as autoridades da cidade em entrevista coletiva, sem dar detalhes sobre o suspeito, que meios de comunicação locais asseguram ser original de Bangladesh. A informação é da agência EFE.

No atentado quatro pessoas ficaram feridas, mas quem tem as lesões mais graves é justamente o detido. Na entrevista coletiva, estavam o prefeito da cidade, Bill de Blasio, e o governador do estado de Nova York, Andrew Cuomo, e os chefes policiais da cidade. O presidente Donald Trump foi informado sobre o incidente, segundo a secretária de imprensa da Casa Branca, Sarah Sanders, mas ainda não se pronunciou sobre o caso.

De acordo com informações divulagadas por veículos de imprensa, como Associated Press e CNN, o suspeito está consciente e foi levado para um hospital. O rapaz já estaria no país há sete anos com residência no Brooklyn.

De Blasio confirmou logo no início da coletiva que as autoridades estão tratando o incidente como uma tentativa de atentado terrorista. "O indivíduo não teve êxito no seu propósito", afirmou o prefeito, que garantiu que não há outras ameaças na cidade.

O chefe da polícia de Nova York, James O'Neill, destacou que Ullah detonou a bomba "de propósito", o que confirma a hipótese do atentado, embora o número de vítimas tenha sido muito reduzido.

Versões extraoficiais indicaram que, no momento da detenção, o suspeito gritou a favor do Estado Islâmico, mas as autoridades não confirmaram essa informação. "Ele fez uma declaração, mas não vamos dizer ainda o que disse", declarou O'Neill.

O chefe policial acrescentou que a informação ainda é muito preliminar e que estão efetuando as primeiras investigações para conhecer, entre outras coisas, as conexões do suposto autor da explosão e seu país de origem. Segundo as autoridades, Ullah sofreu queimaduras nas mãos e no abdômen. As outras três vítimas sofreram lesões causadas pela detonação, incluindo dores de cabeça e nos ouvidos.

A explosão aconteceu no terminal de ônibus Port Authority, um ponto da cidade que no momento do incidente recebia uma grande afluência de pessoas, devido ao deslocamento de nova-iorquinos para seus locais de trabalho. O artefato explodiu em um túnel que conecta o terminal com as estações do metrô de Times Square.

O serviço de metrô, usado diariamente por seis milhões de pessoas, sofreu alterações devido à explosão, mas pouco a pouco foi voltando ao normnal e duas horas depois apenas duas linhas que cruzam Manhattan de leste a oeste não estavam operando.

mais populares
edição online
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
- 19 de Julho - ESPORTES

Francesas relatam agressões sexuais durante comemorações da Copa

Com a vitória da seleção francesa na Copa do Mundo, no último domingo (15), os torcedores saíram em massa às ruas de toda a França para celebrar a...


- 18 de Julho - ESPORTES

Após invasão na Copa, membros do Pussy Riot pegam 15 dias de prisão

Além dos 15 anos de prisão, os manifestantes também estão proibidos de frequentar eventos esportivos na Rússia por três anos. A Justiça russa decidiu...


- 16 de Julho - IMIGRAÇÃO

Homem que sugeriu que militantes islâmicos deveriam matar o príncipe britânico George é condenado à prisão perpétua

Um britânico que sugeriu que militantes islâmicos deveriam atacar o príncipe George, que tem quatro anos e está destinado a ser rei, foi condenado à...


Guia Comercial

Os melhores negócios e empresas você só encontra aqui.

SAIBA MAIS
Anuncie grátis aqui !