ESPORTES

Voltar

Chapecó para em homenagem às vitimas do acidente aéreo

- 29 de Novembro por ESTADO

ESTADO - Na madrugada de terça para quarta-feira, milhares de moradores de Chapecó foram para as ruas da cidade e lotaram as igrejas locais para homenagear as vítimas do acidente aéreo de 2016, onde 71 pessoas morreram e outras seis ficaram feridas. Na Arena Condá, estádio da Chapecoense, familiares e torcedores acompanharam uma cerimônia religiosa.

Mesmo após um ano do ocorrido, é visível que a cidade ainda sente com a perda dos jogadores. Na concentração na Arena Condá, onde uma capela improvisada foi montada, antes de se dirigir à igreja, as arquibancadas foram tomadas pelo verde e branco do uniforme da Chapecoense.

As famílias das vítimas receberam velas verdes, simbolizando a vida que nunca acaba. Por volta das 0h30 essas velas iluminaram todo o caminho, cerca de 700 metros em silêncio total, até a Catedral Santo Antônio, no Centro de Chapecó.

Um dos sobreviventes, o jornalista Rafael Henzel foi responsável pela oração no altar enquanto, em um telão, fotos das vítimas eram mostradas.

Por volta das 1h15, horário da queda do avião, os sinos da catedral foram tocados e ouvidos em meio ao silêncio. Pouco depois de 1h30, a cerimônia católica terminou com o hino da Chapecoense e o grito de torcida "vamos, vamos, Chape". Em seguida, foi iniciada uma vigília, que será concluída com a missa de um ano do acidente, às 18h30 desta quarta.

mais populares
edição online
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
- 19 de Julho - ESPORTES

Francesas relatam agressões sexuais durante comemorações da Copa

Com a vitória da seleção francesa na Copa do Mundo, no último domingo (15), os torcedores saíram em massa às ruas de toda a França para celebrar a...


- 18 de Julho - ESPORTES

Após invasão na Copa, membros do Pussy Riot pegam 15 dias de prisão

Além dos 15 anos de prisão, os manifestantes também estão proibidos de frequentar eventos esportivos na Rússia por três anos. A Justiça russa decidiu...


- 16 de Julho - IMIGRAÇÃO

Homem que sugeriu que militantes islâmicos deveriam matar o príncipe britânico George é condenado à prisão perpétua

Um britânico que sugeriu que militantes islâmicos deveriam atacar o príncipe George, que tem quatro anos e está destinado a ser rei, foi condenado à...


Guia Comercial

Os melhores negócios e empresas você só encontra aqui.

SAIBA MAIS
Anuncie grátis aqui !