ENTRETENIMENTO

Voltar

'A cor do meu filho faz com que as pessoas escondam suas bolsas', diz Taís Araújo

- 23 de Novembro por ESTADO

ESTADO - No último dia 6, a atriz Taís Araújo participou de uma palestra no evento TEDxSão Paulo e falou sobre problemas sociais tendo como base sua experiência sendo mãe de duas crianças. Nesta semana, o evento, que teve o tema Mulheres que Inspiram, teve parte do seu conteúdo disponibilizado no YouTube. 

Entre suas falas de destaque, Taís se disse aliviada ao saber que seu segundo filho era um homem, por saber que ele estaria livre de passar por situações vivenciadas pelas mulheres. A liberdade do garoto, afirma, seria limitada pela sua raça. 

– Meu filho é um menino negro, e liberdade é um direito que ele não vai poder usufruir se ele andar pelas ruas descalço, sem camisa, sujo, saindo da aula de futebol. Ele corre o risco de ser apontado como um infrator, mesmo com seis anos de idade – disse. 

Taís prosseguiu destacando que os problemas de seu filho se agravariam à medida que fosse crescendo e se tornando um adolescente, sob o risco de ter que lidar com uma "investida violenta da polícia ao ser confundindo com um bandido", sem poder ter a liberdade de ir para a sua escola ou usar seu boné ou capuz. 

– No Brasil, a cor do meu filho é a cor que faz com que as pessoas mudem de calçada, escondam suas bolsas e que blindem seus carros – declarou. 

Confira o vídeo com a palestra de Taís Araújo: https://www.youtube.com/watch?v=H2Io3y98FV4

mais populares
edição online
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
- 22 de Junho - ENTRETENIMENTO

Olha o balancê - Canal internacional da Globo está em clima de festa junina

Ana Maria Braga apresenta receitas típicas enquanto algumas das melhores festas de São João dos EUA ganham destaque na Internet


- 21 de Junho - ESPORTES

Goleiro falha, Croácia vence e Argentina se complica

Argentina ficou mais distante das oitavas de final na tarde desta quinta-feira, 21. Mostrando uma equipe com os mesmo problemas da estreia, apesar...


- 21 de Junho - IMIGRAÇÃO

Detida, avó brasileira que emigrou com neto deficiente aos EUA pode ser separada definitivamente do jovem

Se ela for deportada, jovem com autismo e deficiência neurológica ficará sob cuidado do governo dos EUA pelo menos até os 21 anos. Segundo advogado,...


Guia Comercial

Os melhores negócios e empresas você só encontra aqui.

SAIBA MAIS
Anuncie grátis aqui !