LOCAL

Voltar

Trump apoia projeto que restringe imigração legal

07:26AM - 04 de Agosto por Js Edição

JEHOZADAK PEREIRA

O presidente Donald Trump e os senadores republicanos conservadores David Perdue da Georgia e Tom Cotton do Arkansas apresentaram na quarta-feira, 2, um projeto de lei que visa mudar os critérios para a concessão de green card para imigrantes qualifi cados. O projeto de lei “Reforming American Immigration for a Strong Economy Act” (Raise) - Reformando a Imigração Americana para Fortalecer os Empregos em uma tradução livre, vai tramitar no Congresso e se for aprovada estabelecerá um sistema de pontuação para quem solicitar a residência permanente. “O Raise ACt vai reduzir a pobreza, aumentar os salários e fazer com que os contribuintes economizem bilhões e bilhões de dólares.

O atual sistema de imigração não é justo com os cidadãos americanos, e esse projeto vai demonstrar a nossa paixão pelas famílias americanas que sofrem”, afi rmou o presidente Donald Trump ao lado de Perdue e Cotton. Para Trump, o atual sistema é injusto com o trabalhador americano porque acolhe trabalhadores imigrantes sem qualifi cação, o que sobrecarrega o sistema, o que vem defendendo desde março. O modelo de mérito que Trump, Perdue e Cotton querem implantar já funciona na Austrália e no Canadá e leva em consideração itens como nível de educação, habilidade com o idioma, experiência profi ssional, idade e possíveis laços com o país na hora da concessão da residência permanente. Porém, os especialistas no assunto afi rmam que a demanda por mão de obra estrangeira tanto de Austrália quanto do Canadá são in- fi nitamente menores do que a dos Estados Unidos.

Em 2015 cerca de 137 mil pessoas receberam o green card por razões profi ssionais, outras 646 mil pessoas que obtiveram a residência permanente por parentesco de um total de 1 milhão. Trump tratou de capitalizar a iniciativa ao afi rmar que se trata da ‘reforma mais signifi cativa do sistema de imigração em meio sé- culo’. O projeto de lei se aprovado vai reduzir o número de imigrantes legais e com permissão para trabalhar nos Estados Unidos em 40% no primeiro ano e 50% em uma década, de acordo com Perdue e Cotton.

O Raise Act permitiria que apenas cônjuges e fi lhos menores de idade não casados obtivessem permissões e autorizaria vistos a pais de adultos envelhecidos que sejam cuidados por seus fi lhos que sejam cidadãos americanos. Eliminaria a loteria de vistos anual que distribui cerca de 50 mil green cards para cidadãos de países com baixas taxas de imigração para os Estados Unidos, além de limitar o número de refugiados de qualquer parte do mundo a 50 mil anualmente.

mais populares
edição online
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
- 19 de Fevereiro - ESPORTES

Gandula denuncia jogador e massagista por agressão durante partida

A vítima foi espancada no estádio Morenão, em Campo Grande, ao comemorar de forma provocativa o gol da equipe adversária. O clássico, válido pela...


08:13AM - 16 de Fevereiro - ESPORTES

Futebolista Elio Firmino participa de campeonato e treinamento na Geórgia e no Arizona

O brasileiro Elio Firmino que é jogador de futebol da Academia do New England Revolution, vai disputar a MLS Generation Adidas Cup em Atlanta, Geórgia


- 15 de Fevereiro - BRASIL

Mulher é enterrada viva na Bahia e corpo é achado revirado dentro de caixão

A família de uma mulher de 37 anos que ficou enterrada por mais de dez dias, na cidade de Riachão das Neves, no oeste da Bahia, acredita que ela...


Guia Comercial

Os melhores negócios e empresas você só encontra aqui.

SAIBA MAIS
Anuncie grátis aqui !