LOCAL

Voltar

Trump apoia projeto que restringe imigração legal

07:26AM - 04 de Agosto por Js Edição

JEHOZADAK PEREIRA

O presidente Donald Trump e os senadores republicanos conservadores David Perdue da Georgia e Tom Cotton do Arkansas apresentaram na quarta-feira, 2, um projeto de lei que visa mudar os critérios para a concessão de green card para imigrantes qualifi cados. O projeto de lei “Reforming American Immigration for a Strong Economy Act” (Raise) - Reformando a Imigração Americana para Fortalecer os Empregos em uma tradução livre, vai tramitar no Congresso e se for aprovada estabelecerá um sistema de pontuação para quem solicitar a residência permanente. “O Raise ACt vai reduzir a pobreza, aumentar os salários e fazer com que os contribuintes economizem bilhões e bilhões de dólares.

O atual sistema de imigração não é justo com os cidadãos americanos, e esse projeto vai demonstrar a nossa paixão pelas famílias americanas que sofrem”, afi rmou o presidente Donald Trump ao lado de Perdue e Cotton. Para Trump, o atual sistema é injusto com o trabalhador americano porque acolhe trabalhadores imigrantes sem qualifi cação, o que sobrecarrega o sistema, o que vem defendendo desde março. O modelo de mérito que Trump, Perdue e Cotton querem implantar já funciona na Austrália e no Canadá e leva em consideração itens como nível de educação, habilidade com o idioma, experiência profi ssional, idade e possíveis laços com o país na hora da concessão da residência permanente. Porém, os especialistas no assunto afi rmam que a demanda por mão de obra estrangeira tanto de Austrália quanto do Canadá são in- fi nitamente menores do que a dos Estados Unidos.

Em 2015 cerca de 137 mil pessoas receberam o green card por razões profi ssionais, outras 646 mil pessoas que obtiveram a residência permanente por parentesco de um total de 1 milhão. Trump tratou de capitalizar a iniciativa ao afi rmar que se trata da ‘reforma mais signifi cativa do sistema de imigração em meio sé- culo’. O projeto de lei se aprovado vai reduzir o número de imigrantes legais e com permissão para trabalhar nos Estados Unidos em 40% no primeiro ano e 50% em uma década, de acordo com Perdue e Cotton.

O Raise Act permitiria que apenas cônjuges e fi lhos menores de idade não casados obtivessem permissões e autorizaria vistos a pais de adultos envelhecidos que sejam cuidados por seus fi lhos que sejam cidadãos americanos. Eliminaria a loteria de vistos anual que distribui cerca de 50 mil green cards para cidadãos de países com baixas taxas de imigração para os Estados Unidos, além de limitar o número de refugiados de qualquer parte do mundo a 50 mil anualmente.

mais populares
edição online
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
07:41AM - 21 de Abril - LOCAL

O custo astronômico das deportações de Trump

O presidente Donald Trump quer fazer pensar que leva a sério a sua promessa de campanha de deportar tantas quantos imigrantes for possível.


07:26AM - 21 de Abril - LOCAL

Brasileira que teve extradição aprovada para os EUA diz que é vítima de abuso de poder

Claudia Cristina Sobral é acusada de ter assassinado o marido


- 18 de Abril - ESPORTES

Presidente do Real Madrid garante que Neymar deixará Barcelona por relação com Messi

Ao jornal espanhol Diario Gol, o presidente do Real Madrid, Florentino Pérez, afirmou que Neymar tem um "plano de fuga” e pode deixar o Barcelona. O...


Guia Comercial

Os melhores negócios e empresas você só encontra aqui.

SAIBA MAIS
Anuncie grátis aqui !