LOCAL

Voltar

Republicano adverte Trump sobre possível demissão de procurador-especial

08:22AM - 28 de Julho por Js Edição

Se Donald Trump destituir Robert Mueller, o procurador-especial que investiga os vínculos de sua equipe com a suposta ingerência russa nas eleições americanas, poderá marcar o “início do fim” de sua presidência, advertiu o senador Lindsey Graham (FOTO), que concorreu com Trump nas primárias presidenciais republicanas, também insistiu em que haveria “um inferno sagrado para pagar” caso Trump demitisse seu procurador-geral, Jeff Sessions. Grahan é um conceituado legislador republicano que fez a declaração na quinta-feira, 27.

Esses comentários demonstram que membros do próprio partido de Trump têm se irritado progressivamente pelas possíveis tentativas do presidente de apaziguar as investigações sobre a Rússia. Trump e sua equipe passaram semanas tentando desacreditar publicamente o procurador-especial Robert Mueller e seu círculo de auxiliares legais, que investigam os esforços de Moscou para infl uenciar as eleições presidenciais de 2016 e os vínculos da campanha de Trump com a Rússia. Graham enviou uma advertência endereçada à Casa Branca na quinta-feira, afi rmando que “qualquer esforço de ir contra Mueller poderá ser o começo do fim da presidência de Trump, a menos que Mueller cometa algum erro”.

Os legisladores não encontraram evidências de que a equipe de Mueller esteja comprometida, e Graham considera que qualquer movimento por parte de Trump para expulsá-lo poderá ser percebido como ultrapassar “uma linha vermelha”. “Este esforço dirigido basicamente a marginalizar e a humilhar o procurador-geral não cairá bem para o Senado” ou para os conservadores, disse Graham, em uma declaração feita no Capitólio transmitida pela CNN.

O procurador-geral foi um dos apoiadores mais recentes e leais a Trump, mas o comportamento do presidente nos últimos dias alimenta os rumores de substituição. O presidente o reprova por ele ter se recusado de participar na investigação federal para determinar se houve conluio entre a equipe de campanha de Trump e a Rússia nas eleições presidenciais de 2016.

mais populares
edição online
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
- 19 de Fevereiro - ESPORTES

Gandula denuncia jogador e massagista por agressão durante partida

A vítima foi espancada no estádio Morenão, em Campo Grande, ao comemorar de forma provocativa o gol da equipe adversária. O clássico, válido pela...


08:13AM - 16 de Fevereiro - ESPORTES

Futebolista Elio Firmino participa de campeonato e treinamento na Geórgia e no Arizona

O brasileiro Elio Firmino que é jogador de futebol da Academia do New England Revolution, vai disputar a MLS Generation Adidas Cup em Atlanta, Geórgia


- 15 de Fevereiro - BRASIL

Mulher é enterrada viva na Bahia e corpo é achado revirado dentro de caixão

A família de uma mulher de 37 anos que ficou enterrada por mais de dez dias, na cidade de Riachão das Neves, no oeste da Bahia, acredita que ela...


Guia Comercial

Os melhores negócios e empresas você só encontra aqui.

SAIBA MAIS
Anuncie grátis aqui !